Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Apenas 39% do tempo de trabalho dos profissionais é produtivo, aponta pesquisa

Considerando o cenário competitivo para empresas de qualquer setor, somado à necessidade de otimização de custos e aumento de produtividade como uma necessidade nos negócios, termos os profissionais focados no seu trabalho por apenas 39% do tempo de trabalho pode ser um cenário preocupante ou, ao menos, chamar a atenção dos gestores para observarem esse índice e monitorarem o desempenho dos colaboradores e resultados gerados pela sua equipe.

Sabemos que qualquer profissional nunca irá ficar totalmente focado em suas atividades ao longo de um dia de trabalho e é normal pausas ao longo do dia e até mesmo um pouco de procrastinação para descanso e relaxamento.

Porém, com a internet, smartphones e outras atividades cotidianas, o foco no trabalho e a produtividade dos profissionais vem reduzindo consideravelmente nos ambientes corporativos. Ao longo do dia é comum constantes pausas para uso do celular para atividades pessoais, entretenimento na internet e redes sociais, acesso ao e-mail pessoal, conversas com colegas ou amigos pela internet, lanches ou uma água para hidratação, aquele cafezinho, entre outros. A soma desses comportamentos compromete e muito o foco dos profissionais na realização de tarefas e consequentemente a sua produtividade.

Em pesquisa realizada pela empresa de software Workfront sobre horas de trabalho e produtividade, identificou-se que seus colaboradores, ficam, no máximo, 39% do tempo de trabalho na empresa focados em atividades produtivas relacionadas à empresa, o restante do tempo é gasto em atividades sem relação direta com o trabalho. A pesquisa foi realizada de forma anônima, onde o objetivo era obter respostas honestas sobre o trabalho e procrastinação, no total foram entrevistados 600 profissionais.

Além do baixo tempo de trabalho identificado na pesquisa, houve uma redução em relação ao ano anterior, onde o foco no trabalho ficou em 46%.

Na pesquisa, diferente do que podemos pensar, os profissionais informaram que a atividade que mais consome tempo de trabalho são reuniões, que ocupam 21% do tempo, sendo que metade delas foram classificadas como improdutivas. Também se destacam, como atividades que consomem o tempo, a checagem de e-mails, navegação na internet, uso de smartphones, tarefas administrativas e processos burocráticos.

Dados como esses da pesquisa devem chamar a atenção dos gestores para buscarem medidas de engajamento dos seus colaboradores com as atividades da empresa e os resultados necessários para o negócio.

Para as empresas e gestores, essas medidas não podem levar a uma postura de censura ou restrições rígidas, mas sim de buscar motivar a equipe para que os colaboradores sejam mais comprometidos com o trabalho. Da mesma forma, os profissionais precisam compreender que o foco na produtividade e resultados gera benefícios para todos, inclusive para si mesmo como profissionais, que podem agregar mais conhecimento e experiências, ser responsáveis pelo crescimento da empresa, se destacar profissionalmente e almejar novas oportunidades dentro da empresa.

Também é preciso entender a responsabilidade da empresa com essa baixa produtividade, evitar reuniões desnecessárias e reduzir processos burocráticos é fundamental para aumentar o foco e produtividade da equipe. Também entendemos que a tecnologia e a internet, da mesma forma que contribuem em inúmeros pontos, podem atuar como meio para pausas e desperdício de tempo, principalmente com o uso da internet e celulares para atividades pessoais em redes sociais, comunicadores instantâneos, entretenimento, compras, entre outros. Veja nesse relatório quais sites e serviços online mais são acessados nas empresas pelos profissionais.

Sempre, o mais importante é que, seja você colaborador, diretor, gerente ou sócio na empresa onde trabalha, é fundamental priorizar no ambiente de trabalho o uso produtivo do tempo, o foco na realização das tarefas e atuar de forma comprometida com os objetivos do negócio. Somente assim você irá colher bons resultados como profissional e a empresa irá alcançar seus objetivos e resultados de crescimento.