Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Registros escritos por Cledison Eduardo Fritzen

Gestão e controle do uso da internet: mais segurança e produtividade para a sua empresa!

Hoje em dia, grande parte dos profissionais utiliza a internet durante sua jornada de trabalho para desempenho de suas tarefas, essa é a realidade no ambiente de trabalho das empresas atualmente, tanto em empresas de grande porte como nas pequenas e médias.

Da mesma forma que a tecnologia, os sistemas e a alta conectividade contribuem na execução das atividades nas empresas, o mau uso da tecnologia e da internet pode gerar inúmeros problemas e até mesmo prejuízos para as empresas, principalmente em relação a falhas na segurança da informação, que podem levar a perda de dados. O desperdício de tempo, a falta de foco no trabalho e a baixa produtividade da equipe também são problemas cada vez mais presentes no ambiente de trabalho.

Pesquisas demonstram que o tempo gasto na internet pelos colaboradores com atividades pessoais pode chegar a 30% durante a jornada de trabalho. Já as despesas com falhas de segurança da informação aumentaram 35% no último ano nas empresas, segundo pesquisa da PwC. Sem falar no crescente risco de ataques de Ransomware, que chamaram a atenção em todo o mundo no último dia 12 de maio, e vêm se intensificando cada vez mais.

A principal porta de entrada para os incidentes de segurança como ataques de Ransomware, são os usuários, que acabam clicando em links de e-mails falsos ou nocivos, o que faz com que os vírus se instalem.

Em relação a falta de foco e baixa produtividade dos colaboradores, são muitas as formas de distração na internet durante o trabalho, com o acesso às redes sociais, uso de smartphones, acesso ao e-mail pessoal, sistemas de comunicação instantânea como o WhatsApp, sites de compras, jogos, entretenimento e muito mais.

Em levantamento que desenvolvemos aqui na Lumiun Tecnologia, onde foram analisados aproximadamente 280 milhões de registros de acessos à internet de 2.000 profissionais distribuídos em 50 empresas de todas regiões do Brasil, durante todo o ano de 2016, foi constatado que somente o Facebook representa 14,5% dos acessos à internet nas empresas, serviços de comunicação como Skype e WhatsApp representam 10% dos acessos e sites de conteúdo como Globo.com e UOL 7,3%. O levantamento também mostrou que 2% de todos acessos ocorrem a sites potencialmente nocivos, o que mostra o quanto as empresas estão vulneráveis a incidentes com falhas de segurança da informação e perda de dados. O levantamento completo está disponível para download.

Nesse contexto, é fundamental que os diretores e gestores de TI acompanhem a produtividade da equipe e dos colaboradores e busquem implementar na sua empresa uma política de utilização segura e produtiva da internet. Primeiro orientando os profissionais sobre os riscos de segurança e produtividade e também utilizando soluções que permitam monitorar o que está sendo acessado e definir regras de acesso, quando necessário.

Os benefícios gerados por uma boa gestão do uso da internet nas empresas são muitos:

  • Segurança e proteção contra ameaças na internet
  • Menor risco de perda de informações e problemas com vírus
  • Redução de desperdício de tempo na internet pela equipe
  • Aumento da produtividade, qualidade e foco nas tarefas
  • Redução de despesas com manutenção de equipamentos
  • [Relatórios com informações e dados sobre o uso da internet
  • Melhoria no desempenho da rede, sistemas e recursos de tecnologia

No mercado existem inúmeros serviços disponíveis para segurança e controle do uso da internet nas empresas, como soluções de proxy/squid com servidores Linux, pfSense, e soluções de appliance como Sonic Wall, Fortinet FortiGate e tantos outros. Porém a maioria das soluções demandam alto investimento, alto envolvimento de profissionais técnicos especializados e exigem constante manutenção, atualizações e suporte. Isso faz com que essas soluções se tornem caras e muitas vezes inviáveis, principalmente para as pequenas e médias empresas.

Considerando esse cenário e a necessidade que as PMEs também têm de otimizar a produtividade da equipe na internet e manter o uso da rede seguro, a Lumiun Tecnologia é uma solução acessível e simplificada de gestão do uso da internet voltada para pequenas e médias empresas. O serviço é todo baseado em nuvem e com forte diferencial na facilidade de implementação e gerenciamento do serviço.

Listamos algumas das principais características e vantagens do Lumiun:

  • Instalação e configuração rápida e simplificada
  • Sem necessidade de aquisição de equipamentos ou servidores
  • Sem necessidade de manutenção de equipamentos ou atualizações de software
  • Sem necessidade de instalação e configuração de equipamentos da rede
  • Sem custo com profissional especializado para manutenção e suporte
  • Gerenciamento em nuvem, acessível via internet em qualquer lugar ou dispositivo

Em conjunto com a facilidade no gerenciamento o serviço possui recursos que permitem uma gestão completa e flexível do acesso à internet nas empresas, permitindo uma gestão eficiente do uso da internet, de forma muito simples, prática e bastante acessível.

Com o serviço é possível implementar diferentes políticas de acesso à internet, por exemplo, para bloquear conteúdos inadequados como pornografia, redes sociais ou jogos, basta marcar o botão de “Bloquear acesso” para a categoria desejada. As regras podem ser flexíveis, por usuários, equipamentos e horários. Além disso, o sistema gera relatórios detalhados e analíticos sobre o uso da rede, permitindo ao gestor tomar decisões assertivas dentro do propósito de tornar o uso da internet mais seguro e produtivo na sua empresa.

Listamos também algumas das principais funcionalidades da solução:

  • Regras de acesso por categorias de conteúdo e sites específicos
  • Regras de acesso por grupos de usuários ou equipamentos
  • Definição de horários de liberação por categoria de conteúdo e sites específicos
  • Controle de velocidade de tráfego por grupos e usuários
  • Proteção contra o acesso à sites nocivos e ameaças na internet
  • Acesso à internet com autenticação de usuários
  • Recurso de Wi-Fi, com gerenciamento integrado ao painel de controle
  • Gerenciamento integrado de várias redes ou unidades
Dashboard-do-painel-de-controle-da-Lumiun-Tecnologia
Dashboard do painel de controle da Lumiun Tecnologia

A implementação e configuração do serviço é bastante simples, podendo ser realizada inclusive por usuários sem conhecimento técnico de TI. E todo o gerenciamento é feito através do painel de controle em nuvem, que possui uma interface muito simples e intuitiva, além de poder ser acessado de qualquer local ou dispositivo. O serviço é oferecido em diferentes planos e formas de contratação, para atender as diferentes necessidades dos gestores e empresas no Brasil.

Mais informações e detalhes sobre os benefícios e funcionalidades estão disponíveis no site do Lumiun. É possível solicitar uma demonstração on-line para conhecimento de todos detalhes da solução. Os contatos para testes e contratação podem ser feitos pelo site, pelo e-mail ou nos telefones (11) 4950 6962 / (55) 3024 0802.

Aqui no nosso blog disponibilizamos conteúdo para diretores de empresas e gestores de TI que buscam ter mais proteção contra as ameaças da internet, otimizar a governança de TI e também melhorar a produtividade dos colaboradores.

Sete em cada dez colaboradores acessam redes sociais no trabalho

Acessar redes sociais no trabalho, seja pelo computador ou smartphone, se tornou um hábito dos brasileiros. Pesquisa feita com 1.200 profissionais no país mostrou que sete em cada dez dizem conseguir equilibrar o tempo entre a navegação na Internet e as atividades profissionais. No entanto, para gestores e especialistas, essa prática desvia o foco dos colaboradores sem que eles percebam, comprometendo a produtividade.

Pesquisa do uso de redes sociais no trabalho

Na pesquisa, os profissionais apontaram não verem problema em acessar sites e aplicativos como Facebook, Twitter, Instagram e outros. Porém, 71% deles acreditam que, quando os seus colegas fazem o mesmo, perdem a concentração e o rendimento. Ainda, 45% dos entrevistados reconheceram que a navegação em sites e redes sociais atrapalha sua concentração.

Os profissionais precisam entender que, em cada momento de distração, se perde o foco na tarefa principal. Esse tempo e a energia gastos a cada acesso, sendo realizado inúmeras vezes ao dia, podem resultar em horas perdidas durante o expediente, esse desperdício pode chegar a 30% do tempo de trabalho.

Para 29% dos entrevistados, a solução é o bloqueio do uso das redes sociais e do e-mail pessoal no trabalho, podendo se tornar até motivo de demissão. Porém, alguns especialistas defendem que medidas drásticas não são recomendadas, como bloquear todo acesso à Internet durante o expediente.

“As pessoas ainda não desenvolveram a capacidade de incorporar a rede social, o celular e o tablet no dia a dia e ainda assim não perder foco. Hoje, o colaborador verifica as notificações no smartphone e e-mail no computador ao mesmo tempo. É impossível ter cabeça para isso tudo”, comentou um dos coordenadores da pesquisa.

De acordo com a pesquisa, o acesso às redes sociais ou ao e-mail pessoal é restrito para 39% dos entrevistados, que navegam apenas em horários estipulados pela empresa. Apenas para 32% dos consultados o acesso é liberado durante todo o expediente e, para 28%, a liberação existe apenas para uma parte dos colaboradores das empresas.

Uso da internet

Essa má utilização da internet no ambiente de trabalho não é novidade, pois muitos colaboradores não se preocupam c0m o crescimento pessoal e da empresa e acabam por somente ocupar lugar dentro do ambiente corporativo.

Além disso, muitos colaboradores argumentam dizendo que estão conectados para manter-se informados, pois quando estão conectados no Facebook, Twitter, Instagram recebem mais informações.

Porém, esse “conhecimento” é ilusório, pois quando se está conectado e trabalhando ao mesmo tempo, fica difícil conseguir manter a concentração em duas atividades, com isso nenhuma é feita de forma completa e corretamente, visando resultados satisfatórios.

Gestão da Internet

É importante as empresas terem algum controle de acesso à Internet, mas regras drásticas de bloqueio não são recomendadas. O ideal é liberar o acesso à internet e redes sociais em alguns horários específicos, orientar os colaboradores ao uso consciente da Internet e monitorar a navegação através de ferramentas de análise e geração de relatórios de acesso.

Dessa forma a gestão da internet é realizada, porém, sem fazer com que o colaborador sinta-se totalmente preso e sem poder utilizar a internet no horário de almoço, por exemplo. É importante ter em mente que o uso correto das redes sociais pode contribuir no trabalho e até mesmo melhorar a produtividade, pois o cérebro precisa de algumas pausas durante o dia para estimular a criatividade.

 

Essa pesquisa e informações sobre o uso de redes sociais no trabalho ajudou você?
Então baixe agora mesmo o “Modelo de documento sobre política de uso da Internet nas empresas” e saiba como orientar os seus colaboradores da melhor forma!

Sua empresa está segura contra ataques no mundo digital?

Existem vários meios e serviços para minimizar os impactos de ataques e falhas de segurança nas empresas no mundo digital, mas mesmo assim o acesso à internet e a comunicação de dados nunca estarão 100% seguros. Os meios que as informações se propagam no mundo digital são diversificados e extensos, vão desde o envio de um e-mail, passam pela navegação nos mais variados sites, até a conversa em um software de comunicação instantânea.

Neste cenário, as corporações estão perdendo o controle dos seus dados e das atividades dos seus colaboradores no mundo digital, com isso correm o risco de ser mais vulneráveis a ataques de hackers, malwares e sites maliciosos, o que permite o acesso aos computadores e informações da empresa, prejudicando a produtividade e gerando prejuízos gigantescos para as empresas.

Ataque APT e o impacto negativo no mundo digital

Entre as inúmeras formas de ataque, existe a Ameaça Persistente Avançada (APT), que são ameaças cibernéticas com a prática da espionagem por base em algum software que foi efetuado download dentro da máquina do usuário. Esse tipo de ataque é direcionado e tem como foco a captura e roubo de informações de pessoas estratégicas dentro da corporação. Em ataques como esse os hackers passam despercebidos por sistemas de detecção por um longo período, enquanto tentam roubar informações críticas.

O Brasil é o país da América Latina com maior índice de ataques APTs e 74% dos profissionais de segurança acreditam que serão alvos desse tipo de ameaça no mundo digital, segundo estudo da Information Systems Audit and Control Association. Esse é somente um tipo de malware existente, pois além das APTs ainda existe o Ransomware, Pishing, Spyware, vírus, entre outros.

PMEs podem ser alvo de ataques?

Diferente do que muitos pensam, esses ataques não se imitam a capturar informações apenas de empresas de grande porte, mas também de pequenas e médias empresas, sendo muitas vezes o foco preferido dos cibercriminosos. Pode-se dizer ainda que hoje as pequenas e médias empresas (PMEs) são as mais atingidas com ataques de hackers, segundo levantamentos realizados.

Isso acontece principalmente porque as empresas de pequeno e médio porte muitas vezes não possuem uma preocupação com a segurança da empresa e ameaças do mundo digital. Acreditam que ataques virtuais não vão chegar até a sua equipe ou empresa, ou que podem chegar, mas não têm capacidade de invadir toda a rede corporativa.

Como acontecem os ataques de APT?

No caso das APTs os ataques começam com a classificação das pessoas que serão alvo. Depois de feita a identificação dos alvos, são enviados phishings (e-mails com função de capturar informações sobre empresas e pessoas) e/ou links de downloads de softwares. Após o usuário efetuar o download ou o acesso ao e-mail phishing, são instalados programas maliciosos nos computadores, com a função de capturar informações e gerar problemas na rede interna.

Os hackers utilizam da Engenharia Social na infecção das empresas, dessa forma definem os alvos e iniciam o envio de solicitações e informações para esses alvos a fim de capturar dados confidenciais e concluir seu ataque.

O objetivo final de um ataque APT é atingir a máquina em que exista algum tipo de informação valiosa. As máquinas que os hackers mais procuram em busca de dados importantes são os equipamentos de proprietários ou gerentes da empresa, porém, é mais complicado invadir os computadores dessas pessoas, pelo seu nível hierárquico e também os maiores cuidados que tomam em relação a segurança.

Com isso, esses cibercriminosos praticantes das APTs invadem outros computadores e usam esses equipamentos de trampolim para conseguir chegar ao seu objetivo final. Em um escritório de contabilidade, por exemplo, a invasão por APT acontece em um funcionário da empresa, então o hacker utiliza o e-mail desse funcionário para enviar algum documento ou solicitação ao dono da empresa, quando ele abrir o e-mail já estará infectado.

Para inibir esse tipo de ataque e dentre outros existentes no mundo digital, é necessário tomar algumas atitudes:

  • Engenharia social e conscientização dos colaboradores

Quem detém as informações do seu negócio são seus colaboradores, que a todo instante estão enviando e recebendo e-mails e navegando na Internet, além de possuírem vida social fora da empresa. Deve-se conscientizar e educar os colaboradores de que as informações que circulam no dia a dia são confidenciais e também mostrar o risco que se tem quando divulgamos essas informações para qualquer um. Um bom treinamento, com palestras sobre engenharia social é muito importante.

Uma boa prática é utilizar um manual de utilização segura da internet, para sua empresa. Assim, a sua equipe consegue entender melhor como deve fazer o uso correto da internet, com ética e responsabilidade, evitando assim ataques virtuais e mantendo a produtividade.

  • Atualizações de software:

É importante manter atualizado o sistema operacional e os demais pacotes de software dos equipamentos. As atualizações incluem diversas correções e melhorias relacionadas à segurança da informação, que, como visto anteriormente, são muito relevantes para evitar ataques no mundo digital. Além disso, muitas atualizações trazem consigo benefícios aos usuários, como uma versão mais recente, ferramentas atualizadas, funcionalidades e mais aplicativos.

Mesmo que o programa não sinalize a necessidade da instalar uma versão recente, é necessário estar sempre de olho em novas atualizações. A tecnologia evolui diariamente e se a empresa não tem o hábito de atualizar as versões de software de seus equipamentos, corre o risco de sofrer ataques de grande monta ou até mesmo ficar fora do mercado.

  • Gerenciamento dos recursos de acesso à Internet

Além de educar os colaboradores, é importante implementar algum serviço de segurança e controle de acesso, bloqueando o acesso a sites maliciosos e phishing. Esses serviços aumentam a proteção da sua empresa contra ameaças do mundo digital, tornando a rede segura e a equipe produtiva.

É importante proteger a empresa das ameaças em geral, aplicando as opções em conjunto e minimizando o impacto da insegurança nos negócios, para tornar a sua empresa cada vez mais produtiva e lucrativa.

O Lumiun é uma excelente opção para o controle do acesso à internet na sua empresa, conheça os benefícios e vantagens.

 

Continue acompanhando o nosso blog para receber informações sobre Tecnologia da Informação, segurança, produtividade nas empresas, entre outros assuntos!

Em tempos de crise, foco das empresas passa a ser aumento de produtividade!

Os resultados da economia brasileira em 2016 e a expectativa para esse ano de 2017 ainda é de redução do consumo e retração da economia. Essa crise é resultado de vários fatores, mas principalmente, é reflexo da instabilidade política e econômica que se instalou no país.

Todos sabemos que os problemas do Brasil são grandes, mas também podemos perceber a oportunidade de melhorias na nossa estrutura política e econômica, o que pode influenciar grandes mudanças positivas para o Brasil no futuro. Além disso, historicamente no Brasil, crises sempre precederam períodos de grande crescimento econômico, o que nos leva a acreditar que, após essa crise, o país irá retomar o crescimento e voltar a ser um dos mercados mais promissores do mundo.

É importante entendermos que, ao mesmo tempo que esse cenário reduz o consumo, aumenta a competitividade entre as empresas, exigindo que essas se tornem mais eficientes e produtivas. Assim, temos novas possibilidades para desenvolver diferenciais em relação aos concorrentes, que irão colocar a empresa em vantagem no mercado, no curto ou médio prazo, com a retomada do crescimento.

Situações de crise e turbulência são justamente os momentos em que as empresas devem buscar soluções inteligentes e de melhoria em sua gestão. Isso irá trazer grandes vantagens perante a concorrência e permitir maior crescimento quando o cenário de crise ficar para trás.

Nesse contexto, a palavra chave para as empresas é produtividade! A melhora da produtividade passa necessariamente pela gestão, onde não basta apenas cortar custos ou investimentos, mas sim, buscar extrair mais resultados de onde é possível que isso ocorra. Com esse ponto de vista, podemos direcionar a atenção para: processos e pessoas. Estes são os pilares de uma boa gestão e os fatores que podem contribuir para o aumento da produtividade da sua empresa.

Agilizar processos para aumentar a produtividade

Melhorias nos processos de uma empresa podem gerar inúmeros benefícios, como redução de custos, otimização do tempo, maior qualidade nas tarefas e aumento da satisfação dos clientes.

Dentro de processos, podemos inserir a tecnologia como fator fundamental. Explorar a infinidade de serviços e ferramentas disponíveis na internet é o melhor caminho para otimizar os processos nas empresas, vejamos alguns procedimentos a serem abordados:

Mapeie os processos atuais e construa fluxos de trabalho

Todas as empresas possuem processos, mesmo que não estejam documentados. Então, primeiramente, identifique todos os processos da sua empresa, uma boa opção é organizá-los por setores e estágios diferentes. E após, documente as informações de entrada e saída de cada processo, elencando o objetivo final deste.

Depois disso, é possível criar fluxos de trabalho, organizando as atividades por responsáveis e a sequência que todos processos devem seguir entre os colaboradores e setores. Nessa organização é importante avaliar o que não é importante para o resultado e o que é mais relevante. Processos que não contribuem para os resultados, podem inclusive, serem descartados.

Utilize serviços de TI para acompanhar e avaliar os processos

Existem diferentes metodologias e sistemas que podem contribuir na organização dos processos e tarefas da sua empresa. Com a definição dos processos e seus fluxos, é possível organizar as tarefas por equipes, definir a sequência de atividades entre os colaboradores e obter informações relevantes sobre o desenvolvimento das atividades e resultados. Para isso podem ser utilizados sistemas de gestão como ERPs, ou sistemas de gerenciamento de tarefas como o Runrun.it ou Trello.

Explore o potencial da tecnologia e da internet

Explorar serviços de TI na internet pode aumentar muito a produtividade entre os colaboradores e o rendimento da empresa como um todo. Existem muitas alternativas, segue uma pequena lista de tópicos e ferramentas disponíveis:

Flexibilidade e menos burocracia

Experimente delegar maior responsabilidade aos colaboradores e aumentar sua autonomia para tomada de decisões, com isso a tendência é reduzir as etapas de aprovação dentro da empresa. Junto a isso, elimine processos que não contribuem para os resultados da empresa e só servem para burocratizar o fluxo de atividades.

Pessoas

Hoje, o principal ativo de uma empresa, é o capital humano, portanto, investir nas pessoas é fundamental e estratégico. Vejamos algumas ações que podem ser desenvolvidas nas empresas, voltando-se os colaboradores:

Defina metas e motive os colaboradores

É necessário que tanto a empresa quanto os colaboradores saibam os objetivos a serem alcançados e onde todos querem chegar. Para isso, o gestor deve definir metas de resultados e produtividade para a empresa, definir os indicadores de avaliação e a maneira de distribuição das metas, podendo ser por setor, por equipe e até mesmo individualmente. É parte fundamental que os diretores estejam envolvidos no processo, que conheçam e acompanhem os resultados, pois dessa forma, os colaboradores sentirão confiança e buscarão trabalhar conjuntamente, a fim de alcançar os resultados.

Em conjunto com as metas, é importante definir bonificações aos colaboradores, a fim de motivá-los a buscar os resultados propostos. Essas bonificações podem ser em dinheiro, prêmios, viagens, cursos, etc. Um método recente para organização de objetivos é o OKR, bastante utilizado em empresas de tecnologia e pelo Google. Com o OKR são definidos objetivos gerais da empresa, objetivos por setor e quais os resultados chaves que serão medidos para avaliar se os objetivos foram atingidos.

Formação e treinamento

Investir nas pessoas que fazem parte da empresa está entre os melhores investimentos que uma empresa pode fazer. Por isso, os gestores devem avaliar junto com seus colaboradores, o que pode ser melhorado dentro dos processos da empresa e como pode ser melhorado, muitas vezes essas melhorias passam pela utilização de alguma nova metodologia ou ferramenta. Esse é o momento ideal de investir na formação da equipe, oferecendo cursos voltados para essas metodologias, com o objetivo de formar profissionais bem qualificados e com conhecimento avançado no que há de mais recente e melhor em suas áreas, para que esse conhecimento seja incorporado e implementado nas atividades da empresa.

Colaboradores com boa formação irão inovar e criar processos que vão melhorar os resultados da empresa e ao mesmo tempo terão motivação para desempenhar suas atividades da melhor forma possível.

Aumente o foco e elimine o desperdício de tempo

O desperdício de tempo durante o trabalho é um dos principais fatores que comprometem a produtividade das equipes. Para resolver esse problema, é fundamental que cada colaborador tenha o entendimento claro das suas atribuições, metas e resultados a serem alcançados. Junto a isso, o gestor deve acompanhar o andamento das atividades e a entrega das tarefas, verificando se estão dentro dos prazos estipulados e com a devida qualidade. Caso as entregas não estejam de acordo, deve ser avaliado quais os motivos, buscando fazer um contato direto com a equipe, pois é possível que esteja improdutiva por estar sem foco, já que pode não ter conhecimento quanto à importância da sua entrega para os resultados da empresa.

Os recursos de tecnologia também podem contribuir significativamente para o desperdício de tempo no trabalho, os colaboradores podem usar o tempo de trabalho no uso do celular para conversas no WhatsApp com amigos, ou os computadores da empresa para acesso ao e-mail pessoal, redes sociais, comunicadores instantâneos, sites de entretenimento, jogos, compras, etc. Para amenizar esse problema, a empresa deve criar uma política de utilização dos recursos de tecnologia e da internet, criando regras e limites em relação ao que pode ser utilizado e acessado, definindo horários e punições no caso do não cumprimento das regras.

Melhore a comunicação e compartilhe conhecimento

Compartilhar conhecimento e experiências entre os setores e equipes pode contribuir significativamente para o aumento da produtividade na sua empresa. Muitas vezes, os colaboradores desenvolvem atividades de forma eficaz, mas não documentam os processos e ações realizadas. Documentar esse conhecimento vai contribuir para que outros possam aprender e melhorar suas ações. Para isso, a empresa pode utilizar sistemas de intranet, fóruns de discussão ou um blog de conteúdo interno.

Facilitar e incentivar a comunicação entre os setores e colaboradores também é importante, pode agilizar a troca de informações e inclusive reduzir custos com documentos e burocracia. Para isso, pode ser usado programas de comunicação instantânea como o Skype. Outra ferramenta que tem se destacado como opção para comunicação corporativa é o Slack, pois permite a criação de canais com foco em algum tópico ou setores da empresa.

Aumentar a produtividade através da gestão, otimizando os processos e qualificando os colaboradores. Este pensamento deve compor as estratégias dos gestores durante esse período de instabilidade econômica e redução do consumo.

Compartilhe nos comentários o que sua empresa tem feito para estar bem posicionada no mercado e driblar a crise!

Benefícios do controle de acesso à Internet nas empresas

Atualmente, no ambiente de trabalho das empresas, boa parte dos colaboradores permanecem conectados à internet durante a maior parte do tempo de trabalho, pois cada vez mais as tarefas são realizadas via sistemas, e-mails, planilhas e através da internet, o que agiliza as atividades e entrega de tarefas.

Porém, ao mesmo tempo, os colaboradores podem usar a internet de forma indevida, e essa má utilização pode gerar inúmeros problemas e prejuízos para as empresas. Sem nenhum tipo de controle ou política de acesso à internet, é normal que os colaboradores utilizem o tempo acessando o e-mail pessoal, perfis em redes sociais, vídeos no Youtube, rádios online, comunicadores instantâneos, fazendo pesquisas sobre assuntos de seu interesse e várias outras atividades sem relação com o trabalho. Pesquisas mostram que o tempo gasto com essas atividades chega a 30% do tempo de trabalho, em média.

Portanto, o controle do acesso à internet nas empresas é uma política fundamental na gestão de equipes e recursos de tecnologia, pois evita vários problemas de segurança, reduz desperdício de tempo e aumenta o foco e produtividade dos profissionais. Veja abaixo os principais benefícios e vantagens que o controle ou bloqueio de acesso à internet proporciona às empresas:

Maior produtividade e qualidade nas tarefas

Sem o desperdício de tempo na internet, os colaboradores passam a executar mais tarefas durante o expediente, e ao mesmo tempo conseguem gerar melhores resultados para a empresa. As suas atividades são realizadas com maior concentração, o que é fundamental para a qualidade do resultado final.

Foco nas tarefas da empresa

É comum ver o e-mail pessoal e abrir o perfil nas redes sociais inúmeras vezes ao dia, isso gera distração e falta de foco durante a execução de uma atividade. Com restrições no uso da internet, é possível evitar essas interrupções no trabalho e garantir que o colaborador mantenha-se focado nas atividades relacionadas à empresa.

Proteção contra problemas de segurança

Segurança é fundamental quando se fala em acesso à internet em ambientes corporativos. A rede é repleta de ameaças e falhas de segurança, que podem trazer prejuízos relevantes nas empresas, como a perda de dados e custo com reparos de equipamentos e sistemas. Com um bom serviço de gestão de acesso à internet é possível restringir  acesso a sites nocivos, que podem instalar vírus e infectar os computadores ou a rede da empresa.

Internet mais rápida

Internet de boa qualidade ainda é um problema no Brasil, principalmente para as empresas que utilizam cada vez mais a rede. Combinado a essa velocidade de internet limitada, imagine seus colaboradores vendo vídeos, ouvindo rádio, transferindo arquivos pesados e acessando as redes sociais e sites diversos durante o trabalho. Com certeza esses acessos sem relação com as atividades da empresa consomem grande parte do tráfego da sua rede e com isso outras tarefas mais importantes ficam prejudicadas. Com o bloqueio de sites de vídeos, rádios e outros, toda conexão de internet fica disponível para as atividades da empresa.

Monitoramento e informações sobre a utilização da internet

Além de criar regras de navegação para os colaboradores, é fundamental saber o que está sendo acessado. Com um serviço completo de gestão de acesso é possível obter relatórios detalhados dos sites acessados, por horário, por usuários ou por equipamentos. Essas informações são importantes para verificar o comprometimento e responsabilidade dos colaboradores e servir como justificativa para possíveis penalidades.

Melhor desempenho dos sistemas e computadores

Com melhor desempenho da internet e sem a execução de programas no computador para acesso a vídeos, rádios, redes sociais e sites variados, os sistemas e computadores ficam com mais recursos disponíveis, com isso o desempenho melhora e o uso se torna mais estável e produtivo. Além disso, podem ser evitados problemas de segurança como instalação de vírus, que podem deixar os computadores lentos e até mesmo comprometer o funcionamento da rede.

Menos custos com manutenção de equipamentos

Com a rede e o acesso à internet protegido de ameaças, evita-se problemas de lentidão e falhas nos computadores, ocasionados geralmente pela instalação de vírus oriundos do acesso a sites nocivos. Problemas desse tipo são frequentes, pois recebemos diariamente inúmeras mensagens de spam com links maliciosos, onde basta um clique para infectar e comprometer o computador. Esses problemas geram despesas com a manutenção dos equipamentos e ociosidade dos colaboradores, mas podem ser evitados com o controle de acesso à internet.

 

Como pode-se perceber, são muitos os benefícios que o controle de acesso à internet nas empresas pode trazer, mas o mais importante é entender que medidas como essas são a favor de todos os envolvidos, tanto a empresa, que otimiza a produtividade da equipe e reduz custos, como os colaboradores comprometidos, que podem executar seu trabalho com maior profissionalismo e gerar melhores resultados.

Na implementação de uma política de controle de acesso, também é importante buscar equilíbrio e bom senso nas restrições. O ideal é liberar o acesso de acordo com as responsabilidades e atividades de cada colaborador ou equipe e até mesmo definir alguns horários de intervalo, onde sites de entretenimento e atividades pessoais possam ser realizadas, esse tempo pode ser importante para descanso e relaxamento do colaborador, o que vai contribuir para a sua maior produtividade quando estiver focado no seu trabalho.

 

Você possui restrição e controle de acesso à internet na sua empresa? Após implementar essa política, houve melhora no rendimento dos colaboradores? Deixe um comentário compartilhando suas experiências.

Recomendações e dicas para criar senhas fortes e seguras

Com a constante evolução da tecnologia e o aumento do poder de processamento dos computadores, surgem todos os dias equipamentos capazes de realizar operações cada vez mais complexas. Esses recursos também são usados por hackers para a quebra de senhas, com o uso de programas de quebra de senha que testam milhões de combinações possíveis a cada segundo, é possível descobrir uma senha vulnerável em poucos minutos.

Estima-se que 90% das senhas são vulneráveis e podem ser descobertas com facilidade. Além disso, é importante não utilizar a mesma senha para contas distintas, porque se um hacker descobre uma senha, ele ou ela terão acesso a todos os seus perfis e contas importantes quando você usar o mesmo código para cada site ou aplicativo. Você também deve certificar-se de cada senha é diferente de suas senhas anteriores ou outras senhas existentes.

Considerando que a senha é o principal recurso para comprovar a autenticidade de um usuário e protegê-lo do acesso indevido em sistemas de bancos, perfis em redes sociais, contas de e-mail e tantos outros sistemas, é muito importante seguir algumas dicas e recomendações na criação e gerenciamento de senha, para criar senhas fortes e seguras e que não são descobertas tão facilmente.

Com ações simples é possível aumentar a segurança das suas senhas e garantir que não sejam facilmente descobertas por hackers que possam fazer uma má utilização dessas informações.

Conceitos importantes e recomendações para criar senhas fortes e seguras

O que é uma senha forte?

A força e segurança de uma senha depende da combinação e tipos de caracteres usados, do seu tamanho, da complexidade e da sua imprevisibilidade. Portanto, uma boa senha deve ser longa, com no mínimo 8 caracteres, ter a combinação de números, letras maiúsculas, minúsculas e símbolos, porém, uma senha longa é inútil quando a palavra ou frase utilizada é comum e pode ser facilmente adivinhada.

Manter senhas fortes e que realmente auxiliam para a segurança não é uma tarefa fácil e muito menos está sendo realizada pela maioria das pessoas. Segundo uma pesquisa da Harris Interactive, 38% dos usuários da internet entrevistados e perguntados sobre senhas preferem fazer serviços domésticos a ter que pensar em uma nova senha. Eles alegam que utilizam a mesma senha para várias contas, por problemas de memória ou preguiça de mudá-las e ter que decorar novamente.

Dicas para criar senhas fortes e seguras
  • Crie uma senha longa, com 8 caracteres ou mais. Uma senha com 14 caracteres é considerada muito segura.
  • Utilize caracteres alfanuméricas, letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos. Quanto maior a variedade de caracteres em sua senha, melhor.
  • Não use palavras reais de qualquer idioma, evite palavras escritas de trás para frente, com abreviações ou erros ortográficos comuns.
  • Use caracteres de todo o teclado, não somente as letras e caracteres mais usados ou vistos. Evite repetições e sequências de caracteres, como “12345678” ou “asdfghjk”.
  • Não tenha senhas com seu nome ou de conhecidos, datas importantes, número de documentos e informações semelhantes.

Se você quer começar a criar senhas mais seguras, que fiquem longe do alvo dos cibercriminosos, pode utilizar esse Guia completo para a criação e gerenciamento de contas de usuário e senhas seguras. Com esse guia você aprende como se prevenir e evitar que as senhas sejam descobertas, além de algumas regras e dicas para criar senhas mais fortes e seguras.




Sugestões para o gerenciamento e utilização das senhas
  • Altere suas senhas com frequência, preferencialmente a cada 90 dias.
  • Evite enviar suas senhas por e-mail, SMS, mensagens em comunicadores instantâneos ou de qualquer outra forma.
  • Não armazene as senhas em locais desprotegidos ou de fácil acesso.
  • Utilize técnicas de memorização ou algum método ou serviço de gerenciamento de senhas.
Utilize um gerenciador para verificar a força da sua senha

Existem inúmeros sistemas disponíveis na Internet que verificam a força da senha, uma boa opção é o verificador de segurança de senha da Microsoft.

Os problemas gerados pelo uso de senhas fracas e vulneráveis é tão grande, que foi criado o World Password Day. A data que neste ano será neste dia 4 de maio, é reservada para conscientizar sobre a importância de criar senhas fortes e seguras, para evitar crimes virtuais.

Além disso, no Brasil, o CERT.br, em sua Cartilha de Segurança para a Internet, reserva o capítulo 8 – Contas e Senhas, para informações completas e avançadas sobre segurança e melhores práticas para criação e utilização de senhas e gerenciamento de contas. Dessa forma é possível entender um pouco mais sobre a importância de utilizar senhas fortes e seguras, que realmente protejam contra ameaças, ataques de ransomware e pishing. 

E você, já teve alguma experiência negativa com senhas ou problemas de invasão? Compartilhe sua experiência conosco e continue acompanhando o nosso blog!

Documentário mostra a rotina de profissionais que trabalham com moderação de conteúdo na internet

Em conjunto com todas as coisas boas que a internet nos oferece, existe um submundo virtual cheio de maldade e coisas ruins, onde ganham destaque conteúdos ofensivos relacionados a violência, pornografia, pedofilia, maus tratos a animais, terrorismo e afins.

Esse tipo de conteúdo ofensivo geralmente não chega até a grande massa de usuários da internet e principalmente das redes sociais. Mas para que isso aconteça existe muito investimento em sistemas com algoritmos computacionais complexos e muita dedicação de profissionais atuando para identificar e moderar esse tipo de conteúdo.

Com o objetivo de mostrar como é feita essa moderação de conteúdo por profissionais na Índia, o jornalista Adrian Chen e o diretor Ciaran Cassidy criaram o documentário “The Moderators”. O documentário retrata o dia a dia da indústria de moderação de conteúdo de serviços online e mídias sociais, onde atuam mais de 150 mil profissionais, em empresas que prestam serviço para Google, Facebook e centenas de outros serviços na internet.

Quando um usuário abre o Facebook ou faz uma busca no Google, de modo geral não é exibido conteúdo com pornografia e violência. Por quê? Com essa pergunta simples o instrutor de uma sessão inicia o treinamento com sua equipe.

Esse é objetivo do trabalho desses profissionais que atuam com a moderação de conteúdo, identificar conteúdos ofensivos e definir quais fotos, vídeos, áudios ou textos devem ser removidos ou categorizados como explícitos, além de tentar identificar perfis falsos na rede.

Porém, o objetivo principal do documentário é identificar e apresentar os efeitos que a exposição contínua a conteúdos com violência, maus tratos a animais, pornografia e pedofilia causam nos profissionais. Podemos perceber que a rotina desses profissionais pode se tornar bastante sombria, por se depararem continuamente com imagens ou vídeos perturbadores. Por isso é importante um acompanhamento bastante próximo da equipe, para detectar qualquer impacto negativo que essas atividades possam estar causando.

Assista o documentário The Moderators:

Mesmo havendo toda essa preocupação de empresas como Google e Facebook e tantos outros serviços online, é importante tomar medidas para que você, colegas, amigos e familiares não estejam expostos a esse tipo de conteúdo explícito e ofensivo, pois da mesma forma que para os profissionais que atuam com a moderação do conteúdo, qualquer usuário pode sofrer algum tipo de influência negativa, que pode inclusive causar traumas e até mesmo levar a ações prejudiciais a si mesmo e outras pessoas.

Uma forma bastante simples de restringir o acesso a conteúdos explícitos é ativar o serviço de mecanismos de busca chamado SafeSearch, que faz com que conteúdos ofensivos não sejam exibidos nos resultados em buscas na internet.

Em outro artigo demonstramos como é possível configurar o SafeSearch em seu computador ou na rede da sua empresa, escola ou residência.

Também é recomendado a utilização de serviços de gestão do uso da internet, tanto em empresas como residências. Que permitam controlar o uso da rede e evitar a navegação em sites que exibam conteúdos relacionados a violência, pornografia e afins.

Para concluir, é importante lembrar que a internet também tem muitas coisas negativas e precisamos evitar qualquer tipo de interação com esses conteúdos. E como usuários de internet ativos, saibamos usufruir da infinidade de serviços que facilitam e tornam a nossa vida melhor, evitando qualquer tipo de conteúdo negativo existente na rede.

Segurança da informação nas empresas, comece orientando os colaboradores

A preocupação com a Segurança da Informação é um tema que precisa fazer parte da estratégia das empresas, devido ao crescimento de incidentes, os riscos que falhas de segurança podem representar e a evolução das formas de ataque na internet.

Uma pesquisa realizada pela Allianz Global Corporate & Specialty (AGCS), colocou o Brasil na quarta colocação mundial no ranking de prejuízos causados por crimes virtuais, com uma média anual de perdas causadas por ataques cibernéticos chegando a US$ 7,7 bilhões no país. Ficando atrás apenas dos Estados Unidos (US$ 108 bilhões), da China (US$ 60 bilhões) e da Alemanha (US$ 59 bilhões).

Em outra pesquisa realizada pela PwC sobre ataques virtuais, constatou-se que o número de incidentes registrados em empresas brasileiras saltou de 2.300 em 2015 para 8.700 em 2016. Em 2016, o valor médio do prejuízo financeiro relacionado a problemas de segurança foi de R$ 9 milhões, segundo a pesquisa. Que também mostrou que no Brasil a maior parte dos incidentes tem origem nos próprios colaboradores das empresas, representando 41%, acima da média mundial de 34%.

As formas de ataques na internet estão cada vez mais dinâmicas e sofisticadas, explorando de formas diferentes todas as possíveis vulnerabilidades existentes nas empresas, desde a falta de sistemas de bloqueio ou segurança, como antivírus, proxy ou firewall, até a falta de conhecimento ou atenção dos usuários ao utilizarem a internet. Inclusive, como mostrou a pesquisa da PwC, os usuários atualmente são a porta de entrada dos ataques em 41% dos incidentes.

Diante desse cenário, podemos perceber a importância de uma política completa de segurança da informação na empresas, focando em três pontos fundamentais: antivírus e sistemas de prevenção/detecção de falhas, políticas e serviços de segurança e gestão do acesso a internet e a educação e treinamento dos colaboradores!

Treinamento e educação dos colaboradores

Os criminosos tentam explorar a falta de conhecimento dos usuários e a curiosidade natural das pessoas, enviando mensagens falsas por e-mail, com assuntos populares ou se passando por pessoas conhecidas e confiáveis, induzindo os usuários a clicarem em links contidos no conteúdo das mensagens, que direcionam para sites nocivos, essa técnica é conhecida como phishing.

Esses ataques aos usuários usam técnicas de engenharia social e são cada vez mais personalizados. Por exemplo, com o envio de mensagens de profissionais interessados em trabalho para o setor de RH da empresa ou ainda se passando por fornecedores em mensagens para setor de compras. Um pesquisa realizada pela Intel, mostrou que apenas 3% dos usuários são capazes de identificar um ataque de phishing.

Em 2015 a empresa JBS fez um teste com seus 30 mil colaboradores, enviando um e-mail com conteúdo informando que o jogador Neymar estaria saindo do Barcelona e iria jogar em outro clube, ao clicarem no link da mensagem os usuários foram direcionados para uma página que informava que este poderia ser um site nocivo e causar danos ou falhas de segurança. A taxa dos usuários que clicaram no link ficou em torno de 10% dos 30.000 colaboradores, onde o recomendado é que fique abaixo de 5%.

Após um colaborador clicar em um link malicioso e acessar o site nocivo, são instalados “malwares” ou algum vírus, que podem infectar não só o computador, mas toda a rede da empresa. Com esses programas instalados, os criminosos podem capturar senhas, dados financeiros de acesso a contas em banco ou cartão de crédito, roubar ou sequestrar informações sigilosas da empresa e várias outras formas de ataque.

Então, para orientar os colaboradores a identificarem possíveis riscos, é necessário criar programas de orientação sobre os riscos de segurança, as formas de ataque e os possíveis danos. O recomendado é que a empresa tenha uma política de acesso a internet bem clara e difundida, que descreva como os equipamentos de tecnologia podem utilizados, que tipo de conteúdos podem ser acessados e em que situação ou condições podem ser utilizados.

Também é recomendado criar materiais educativos para treinamento, como vídeos explicativos ou cartilhas com orientações de como utilizar a internet de forma segura. Dois pontos importantes a serem abordados, que são a causa da maioria das falhas, são a utilização de senhas seguras e cuidados necessários ao clicar em links de mensagens ou sites desconhecidos, que direcionam para sites nocivos.

Compartilho dois materiais criados aqui na Lumiun, que abordam esses tópicos e podem ser usados para orientação dos colaboradores:

Também é importante entender que a responsabilidade pela segurança da informação não deve ser somente do setor de TI, mas sim fazer parte da estratégia de gestão de pessoas e recursos em todo ambiente corporativo.

Antivírus e gestão do acesso a internet

Como vimos, a segurança da informação deve abordar também a utilização de sistemas de prevenção ou detecção de vírus, os tão conhecidos antivírus. Para isso, podem ser utilizadas soluções gratuitas como AVG ou Avast, ou soluções pagas como Kaspersky, Bitdefender,  McAfee. O mais importante é que o antivírus esteja sempre atualizado e devidamente configurado, para que evite a instalação de vírus e identifique qualquer ameaça.

Também é fundamental a utilização de serviços para segurança e gestão do acesso à internet, que permitem um controle eficiente do que pode ou não ser acessado na rede e impedindo o acesso por parte dos usuários a sites nocivos. Existem inúmeras alternativas de serviços que permitem essa gestão, desde soluções tradicionais de servidores com proxy/firewall, soluções de UTM ou appliance, até soluções mais modernas baseadas em nuvem que permitem a implementação e gerenciamento desses serviços de forma simplificada e com menor custo operacional e financeiro, como a Lumiun Tecnologia.

Podemos perceber que se manter protegido na internet não é uma tarefa simples, é preciso comprometimento com a segurança e um conjunto grande de medidas, que envolvem a educação dos colaboradores e utilização eficiente de sistemas e tecnologias de proteção e controle de recursos.

Mas também podemos concluir que é imprescindível atenção a esse assunto, considerando o aumento dos crimes na internet e os prejuízos que possíveis ataques podem gerar para as empresas.

Compartilhe nos comentários como sua empresa encara os riscos de segurança da informação e quais medidas são usadas na prevenção.

Se você quiser saber mais como ter uma boa gestão do acesso e mais segurança na internet, fale conosco e agende uma demonstração!

Ferramentas online para melhorar a gestão em pequenas e médias empresas

Hoje em dia, com a quantidade de informações e dados que precisamos processar e analisar nas empresas, fica complicado acompanhar tudo a todo momento. É nesse sentido que ferramentas e serviços online para gestão podem auxiliar os gestores em seus desafios na busca de uma administração eficiente dos recursos e processos que fazem parte da sua empresa.

Considerando o mercado competitivo atual, sabemos que as empresas precisam buscar mais eficiência e produtividade para que possam se colocar à frente de seus concorrentes. Por isso extrair o máximo de resultados em todos os setores e processos da sua empresa é fundamental.

Existem soluções robustas de gestão como ERPs, que são bastante complexas e demandam alto investimento, por isso podem não ser a melhor opção para empresas de pequeno e médio porte.

Para as PMEs a melhor alternativa é utilizar serviços focados em atender setores e necessidades específicas do seu negócio, como a parte financeira, vendas, controle de tarefas, atendimento a clientes, armazenamento de arquivos e recursos de tecnologia e internet.

Usar soluções especializadas é uma maneira de otimizar a execução da tarefas e potencializar os resultados em todas áreas do seu negócio. Para auxiliar na sua análise, listamos alternativas de ferramentas online especializadas nas diferentes áreas e setores da sua empresa, que podem auxiliar você a ter uma gestão eficiente e de resultados na sua empresa.

Vejamos então as opções de serviços para cada uma das áreas:

Gestão financeira

ContaAzul

O ContaAzul é um dos melhores e mais conhecidos sistemas online de gestão financeira para micro e pequenas empresas. Com o serviço é possível controlar as movimentações financeiras, suas vendas, seu estoque e emitir nota fiscal eletrônica sem complicação e por um preço justo. Além disso, possui um bom atendimento e suporte ao cliente por telefone, e-mail e chat, incluso em sua assinatura.

Nibo

Para fazer a gestão financeira você também pode contar com o Nibo, software que é sinônimo de simplicidade. Está disponível tanto para empresas como para contadores e conta com mais de 50 mil clientes, oferecendo tranquilidade através de funcionalidades, como: emissão de nota fiscal, emissão de boletos bancários, fluxo de caixa, conciliação bancária e integração contábil. O investimento fica um pouco abaixo do ContaAzul, dependendo do plano contratado.

QuickBooks ZeroPaper

Inicialmente conhecido como apenas ZeroPaper, o QuickBooks é uma ferramenta para quem busca uma solução prática e acessível, já que possui forte diferencial nos valores, sem deixar a desejar nos recursos disponíveis. Se você busca uma solução de menor investimento e sem necessidade de recursos elaborados, com certeza é uma excelente alternativa.

Controlle

O Controlle é a versão empresarial do gestor de finanças pessoais Organizze. É mais uma ferramenta com destaque na simplicidade, com valores intermediários entre o ZeroPaper e Nibo/ContaAzul.

Existem inúmeras alternativas de serviços para gestão financeira, o ideal é você entender bem as suas necessidades e a partir disso avaliar os benefícios e a melhor relação de retorno do investimento entre as alternativas disponíveis.

Gestão de projetos e tarefas:

Runrun.it

O Runrun.it é uma solução completa para gestão de projetos, tarefas e fluxos de trabalho, permitindo acompanhar o tempo gasto pela equipe em cada tarefa e visualizar relatórios gerenciais que permitem uma visão completa do andamento das atividades. Possui a opção de teste por 14 dias para avaliação, após esse período é necessário adquirir um plano pago.

Trello

Possivelmente o Trello seja a ferramenta mais utilizada no mundo pelas empresas para gestão de processos e tarefas, devido a sua simplicidade e praticidade. O serviço é baseado em quadros de trabalhos onde basta definir o fluxo de processos e tarefas a serem realizadas, organizando cada tarefa por responsável e área relacionada. Em sua versão grátis é possível um bom controle com as funcionalidades disponíveis, recursos avançados estão disponíveis nas versões pagas.

Acelerato Projetos

Esta é uma ferramenta desenvolvida pela Bluesoft, que permite uma gestão completa de projetos e distribuição de tarefas por equipe, além de relatórios com o andamento das atividades. Possui apenas a opção de teste por 15 dias, sem plano gratuito, e o investimento é próximo das outras alternativas, sempre com valores baseados no número de usuários.

Para gestão de projetos, temos ainda mais opções disponíveis, para todos os gostos e necessidades. Novamente, avalie os benefícios e escolha a que melhor se encaixa nas suas necessidades. Geralmente soluções simples são a melhor opção para que está começando.

Gestão de documentos e arquivos

O armazenamento de arquivos em nuvem já é uma realidade em boa parte das empresas, visto que são muitos os benefícios, pois não há necessidade de investimento em servidores de arquivos e backup, por exemplo. Além da praticidade de ter os arquivos disponíveis em qualquer local ou dispositivo.

Dropbox

Com o Dropbox você pode salvar os arquivos em nuvem e acessar de qualquer local. O serviço é uma forma segura de armazenar e compartilhar arquivos. E pra facilitar a utilização é possível instalar um aplicativo que pode ser instalado em computadores ou dispositivos móveis. Há opção de utilização sem custos com limite de espaço disponível e planos pagos de acordo com a capacidade de armazenamento necessária.

Google Drive

O Drive é a solução de armazenamento do Google, por isso dispensa apresentação. Além da facilidade e praticidade na utilização, uma grande vantagem é a possibilidade de criação e edição de documentos, planilhas e apresentações online e de forma compartilhada e colaborativa entre vários usuários. Possui integração com sua conta do Google e permite o acesso via aplicativo. No plano gratuito o limite de armazenamento é de 5GB, a partir disso há diferentes opções de acordo com o espaço necessário.

Gestão de Vendas

Se sua empresa ainda não utiliza uma ferramenta de CRM (Customer Relationship Management) para gerenciar o funil de vendas e atividades dos vendedores, pense nisso como prioridade!

Pipedrive

O Pipedrive é dos principais CRM disponíveis no mercado, possuindo mais de 50.000 clientes em todo o mundo. Sua principal característica é a praticidade com que a plataforma permite a gestão do fluxo de vendas e tarefas a serem realizadas pelos vendedores, aliados a recursos completos de gestão. Também possui aplicativo para acompanhamento das vendas em dispositivos móveis. Os valores e planos disponíveis são acessíveis, considerando os benefícios e comparado a outras alternativas.

Salesforce

A Salesforce é referência entre as ferramentas de gestão de vendas, pois é precursor em muitos conceitos de gestão de vendas e desenvolve aplicativos de gestão inovadores. Por ser uma ferramenta mais completa e robusta, é voltado para empresas que demandam mais funcionalidades e possuem mais orçamento disponível.

Agendor

O Agendor é uma solução totalmente brasileira, que não deixa nada a desejar se comparado a ferramentas mais utilizadas no mundo, como o Pipedrive. Se destaca pela simplicidade e possui funcionalidades completas, além de disponibilizar o acesso via aplicativo em dispositivos móveis. Os valores são bem competitivos, por isso é uma boa alternativa a ser analisada. Também possui uma versão gratuita para até 2 usuários.

Outras alternativas que podem ser avaliadas são o Sugar CRMZoho CRM e o HubSpot CRM, que é gratuito.

Também temos dezenas de soluções disponíveis no mercado, então analise os prós e contras de cada opções e fique com a que melhor lhe atende.

Gestão de comunicação interna:

Para comunicação entre as equipes e colaboradores, há muitas formas de resolver essa necessidade, desde o tradicional e-mail, até ferramentas de conversa online ou intranet corporativo. O importante é permitir e incentivar essa comunicação e principalmente a troca de conhecimento entre os colaboradores.

Slack

Vale a pena destacar o Slack como ferramenta para comunicação entre equipes. O serviço permite a troca de mensagens baseado em times e canais de interesse, além de conversa direta entre membros de cada equipe. Ainda é possível o envio de arquivos, busca no histórico de mensagens e integração com inúmeros outros serviços online. Cada usuário pode fazer parte de vários times e o acesso pode ser via site, aplicativo desktop ou mobile. E o melhor, sua empresa pode utilizar tudo isso sem custo, a cobrança é necessária apenas para recursos avançados e times maiores.

WhatsApp

Esse dispensa apresentação, já que é usado pela imensa maioria de usuários de internet. No caso de ser usado como ferramenta de comunicação entre colaboradores, é importante boa orientação para que não se torne um canal de conversas desnecessárias e fora do escopo de trabalho.

Outra boa opção é o Skype, que além de permitir conversar internas, pode ser usado para comunicação com clientes e fornecedores.

Gestão de atendimento a clientes

Para atendimento e suporte a clientes também temos dezenas de serviços disponíveis. Se esse atendimento é uma atividade relevante para o seu negócio, é importante avaliar soluções que tenham recursos que permitam um bom atendimento, já que um cliente mal atendido e insatisfeito com certeza é uma das últimas coisas que você quer para sua empresa.

Dependendo do negócio, o atendimento pode ser realizado por e-mail e telefone, nesse caso é importante disponibilizar canais de comunicação e retornar todos contatos com rapidez. Também é necessário que os atendimentos sejam armazenados para que o gestor possa acompanhar a qualidade dos atendimentos e corrigir falhas, quando necessário.

Soluções de helpdesk também podem ser ótimas alternativas, algumas das mais conhecidas e usadas no mercado são o ZenDesk e o Freshdesk.

Gestão de informações:

É comum termos ideias ou encontrarmos conteúdos úteis ao longo do dia e por falta de registro acabar esquecendo tudo. Pra resolver esse problema o Evernote é excelente, pois é possível guardar anotações, endereços de internet, áudios, vídeos, imagens e tudo que tenha alguma conteúdo relevante para você e sua empresa.

Gestão de marketing:

Sabemos que o conceito de marketing é bastante abrangente, já que contempla toda forma de comunicação que a sua empresa faz para com o mercado e seus clientes. Por isso vamos listas algumas alternativas para algumas das formas e canais utilizados hoje em dia na internet para divulgação das empresas:

Redes sociais
E-mail marketing
Marketing Digital

Se tratando de marketing, cada canal de divulgação possui diferentes formas de gestão. Para que você possa ter bons resultados, é sugerido priorizar alguns canais e ferramentas a serem utilizadas, para extrair o máximo que estes podem contribuir para sua empresa.

Gestão da internet:

Não menos importante, é gerenciar o uso da internet na sua empresa, considerando a relevância que esse recurso tem na execução das atividades pela equipe e funcionamento dos sistemas usados pela empresa. O controle da navegação também evita a perda de foco e desperdício de tempo dos colaboradores.

A Lumiun Tecnologia é uma excelente opção para tornar o uso da internet mais seguro e produtivo na sua empresa. Pois é um serviço de fácil instalação, gerenciamento simplificado e demanda baixo investimento, diferente de outras soluções disponíveis no mercado que exigem alto investimento com aquisição de servidores e manutenção, além de profissionais técnicos altamente especializados.

Por fim, podemos concluir que existem excelentes opções de serviços online que permitem você otimizar a gestão da sua empresa, em todos os setores.

Como já foi dito, a eficiência e produtividade hoje em dia é um diferencial para as empresas e bons resultados são gerados com dedicação, inteligência e também com a contribuição de ferramentas que possam facilitar a administração do seu negócio. Portanto, em cada área ou necessidade que sua empresa tenha, considere utilizar serviços online para melhorar sua gestão, analise as alternativas, avalie o retorno do investimento e invista na melhor opção.

Esperamos que o artigo tenha sido útil. Se você utiliza ou recomenta outras ferramentas para as áreas abordadas no artigo, por favor compartilhe conosco nos comentários!

11 dicas para reduzir o desperdício de tempo nas redes sociais durante o trabalho

O acesso irrestrito às redes sociais durante o trabalho é um tema polêmico e exige uma análise completa do cenário de trabalho em cada empresa e das atividades desempenhadas pelos profissionais.

A definição da política da empresa em relação ao uso das redes sociais no trabalho cabe aos gestores, considerando os benefícios e contras da gestão do uso da internet. Para auxiliar nessa análise sugiro a leitura dos artigos abaixo:

Independente da política adotada na sua empresa, é importante que você, como profissional, entenda que o acesso constante às redes sociais durante o trabalho compromete o foco e a realização das tarefas, onde o mais prejudicado é você mesmo como profissional, que deixa de ser produtiva e acaba não entregando os resultados que poderia. No médio prazo um comportamento irresponsável em relação a isso, pode comprometer seu crescimento na empresa ou até mesmo seu emprego.

Portanto, para seu próprio benefício, é recomendado responsabilidade ao acessar suas redes sociais no trabalho. Para isso é necessário comprometimento com as responsabilidades na empresa e disciplina.

Para auxiliar, listamos 10 dicas simples que vão lhe auxiliar a manter o foco no trabalho e se tornar mais produtivo:

1 – Utilize apenas redes sociais relevantes

A cada dia surgem novas redes sociais e cada uma pode atrair sua atenção de formas diferentes. Antes de ingressar em qualquer rede, avalie a relevância pra você, se você possui amigos ou contatos e qual o propósito de participar de mais uma rede social.

Na dúvida, deixe de participar e busque estar apenas nas redes mais conhecidas como Facebook, LinkedIn, Twitter e Instagram, pois somente essas quatro citadas já podem tomar muita atenção do seu tempo durante seu dia.

2 – Desative notificações por e-mail

Todas redes sociais permitem configurar o recebimento de notificações por e-mail. O recomendado é desativar todos os tipos de notificação, já que dificilmente você vai controlar a curiosidade em saber porque foi marcado em uma imagem ou comentário de algum amigo.

3 – Desative notificações na tela do seu smartphone

Hoje em dia a grande maioria dos usuários de redes sociais acessa seu perfil no celular. Por padrão os aplicativos costumam gerar alertas de qualquer atividade que acontece relacionada ao seu perfil. Esses alertas com certeza irão despertar sua curiosidade e levar a acessar seu perfil.

Para evitar essas distrações, configure os aplicativos do seu celular para não gerar alertas na tela do celular. Essa dica vale inclusive para outros aplicativos que não tenham relação com seu trabalho.

4 – Mantenha seu celular longe do alcance da sua mão

Com o acesso rápido e fácil pelo smartphone, os usuários acabam desenvolvendo o hábito (vício em alguns casos) de constantemente visualizar o celular e acessar alguma rede sociais para verificar as novidades da sua timeline.

Pra evitar que esse hábito se desenvolva, mantenha seu celular guardado em uma gaveta ou na sua mochila. Ao alcance apenas de ouvir no caso de alguma ligação.

5 – Defina horários para acessar sua rede social

Você na precisa deixar de acessar seu perfil, mas faça isso em horário pré-definidos. O ideal é que seja em horários de intervalo durante os turnos de trabalho, 20 minutos em cada turno é mais que suficiente para acessar seu perfil.

Essa dica também é válida para empresas que controlam o acesso durante o trabalho, liberar o acesso em alguns intervalos pode ser interessante pra descanso dos colaboradores.

6 – Determine seu objetivo em cada rede social

Estar nas redes sociais não pode ser apenas para ver novidades em sua linha do tempo, é fundamental ter um propósito para manter seu perfil ativo e acessar com frequência.

Por isso você precisa entender o propósito das redes, algumas como o Facebook e Instagram podem ser para companhar amigos e saber de novidades do marcas do seu interesse, outras como o LinkedIn devem ser usadas para relacionamentos profissionais e busca de conteúdo.

Quanto mais claro você tiver em relação ao por quê de acessar uma rede social, mais você irá evitar desperdício de tempo com informações irrelevantes, tanto na vida pessoal, como profissional.

7 – Siga apenas pessoas e marcas relevantes

Essa dica complementa o item anterior. Siga seu objetivo definido naquela rede social e acompanhe apenas pessoas relevantes e marcas do seu interesse. Evite seguir qualquer tipo de conteúdo, isso só vai lotar sua linha do tempo de assuntos sem utilidade e causar distração e perda de tempo.

8 – Relevância vale muito mais que quantidade

Da mesma forma que você deve acompanhar apenas conteúdos relevantes. Busque compartilhar apenas informações úteis e relevantes para os que lhe acompanham nas redes, evitando publicações como atividades cotidianas ou comentários inúteis em publicações de outros.

Nesse sentido, bom senso é o mais importante, para evitar discussões que envolvam preferências políticas e de religião, por exemplo.

9 – Utilize gerenciadores de redes sociais

Existem serviços online que permitem o acesso integrado de vários perfis em redes sociais diferentes de forma integrada, facilitando a visualização de conteúdo e publicações.

Uma boa opção de agregador de redes sociais é o HootSuite.

10 – Redes sociais não são “real time”

Entende que redes sociais não necessitam de respostas em tempo real. Você pode esperar para responder o comentário do seu amigo sobre aquela foto do final de semana. Assuntos urgentes e relevantes muito dificilmente virão via redes sociais.

11 – Separe sua vida online da vida offline

Por mais que as redes sociais estejam presentes no nosso cotidiano, é fundamental entender o mais importante é sua vida real. Então não tente criar uma impressão nas redes sociais, diferente do que você é na realidade.

Esse tipo de comportamento pode estar ligado a insatisfação pessoal e serve como “muleta” para aceitarmos fracassos.

Mantenha o foco em seus objetivos pessoais e profissionais, nada é mais importante que isso!

Finalizando nossas dicas, basta entender que as redes sociais vieram pra ficar e você deve fazer uso saudável dessas ferramentas, pra cultivar boas amizades, se manter bem informado e alimentar seus relacionamentos profissionais. Qualquer coisa diferente disso, possivelmente é irrelevante.

Se você tiver mais alguma dica de como se comportar de forma responsável nas redes sociais durante o trabalho, por favor compartilhe nos comentários.