trabalho híbrido

Saiba como tornar o trabalho híbrido seguro e produtivo

Desde que o vírus do Covid-19 se instaurou no mundo, as empresas definiram que o melhor método para trabalho é o trabalho híbrido, ou seja, expediente dentro da própria residência. Após mais de um ano de pandemia, os proprietários começaram a perceber que muitos funcionários podem realizar a carga horária solicitada de casa. Entretanto, para que o método funcione, é necessário manter a segurança e produtividade no trabalho híbrido.

Porém, para que os funcionários, em home-office, tenham produtividade e segurança é extremamente importante que sejam feitas metas diárias, local organizado e que as informações pessoais e arquivos confidenciais da empresa não sejam expostos na internet. Portanto, é necessário entender a importância destes dois pontos, pois assim o serviço terá mais produtividade e a segurança dos dados estará garantida. 

Como oferecer estrutura e dar condições de trabalho no home-office

Independente do funcionário que realizará o trabalho da própria residência, grandes empresas deverão fornecer toda a estrutura, desde equipamentos até ensino remoto de como proteger as informações.

Veja nas próximas linhas algumas dicas para oferecer condições de trabalho que proporcionem produtividade suficiente para os funcionários em home office.

Foco no trabalho para o dia ser mais produtivo

É claro que trabalhar em home-office tem os pontos positivos e negativos. Um dos pontos positivos é que o colaborador poderá trabalhar no conforto de sua casa e não se preocupar com o deslocamento. Por outro lado, é possível que em alguns casos, funcionários podem perder o foco ou então o tempo com distrações, como conversas com amigos em aplicativos de celulares, televisão, música, família ou até ruídos externos. Além disso, a velocidade da internet também pode causar impacto, caso seja lenta, é possível que os sistemas e acessos travem e prejudiquem a produtividade do colaborador.

Como garantir segurança com os dados da empresa no trabalho híbrido

Desde que o trabalho home-office se tornou essencial, ataques cibernéticos têm se tornado mais comuns. Principalmente pelo uso de mais terminais do que o normal, então, o trabalho teve um aumento de dispositivos, sejam celulares, desktops, notebooks e tablets.

De acordo com a revista Exame, as empresas tiveram que combater cinco vezes mais os vírus phishing enviados através do e-mail. Este número simboliza 600% mais do que o normal.

Com isso, os servidores precisam ter consciência que, com o trabalho remoto, os aparelhos se tornaram mais vulneráveis. Assim, os “hackers” têm mais facilidade em invadir um dispositivo conectado ao terminal empresarial.

Ainda, segundo a revista, a facilidade do ataque é maior, haja visto que 90% das violações são causadas por erros humanos.

O que é Phishing?

O Phishing basicamente é um modo de tentar fraudar o sistema para conseguir os dados privados da empresa, como o nome de usuário, senha e até a conseguir acessar aplicativo de banco. Este método é utilizado, na maioria das vezes, para esconder a identidade do usuário responsável e conquistar o acesso do dispositivo.

Cuidado com ataques de Phishing

No mundo da tecnologia é possível sofrer milhares de ataques poderosos. Quem mais tem sofrido nos últimos anos são as empresas. Em 2017, por exemplo, ocorreu um ataque virtual que mais de 300 mil computadores foram infectados em 150 países. Duas gigantes empresas sofreram ataques, dentre elas estão a Telefônica, da Espanha e a Petrobras. Na ocasião, nem os hospitais do sistema de saúde da Inglaterra ficaram livres dos hackers.

E, infelizmente, para sofrer esse tipo de ataque não precisa muito. Pois os vírus são enviados pelos criminosos através de SMS para o celular da possível vítima. Na maioria dos casos, esses invasores se passam por empresas ou pessoas próximas.

Ao entrar em contato, esses hackers enviam mensagens com links, download de aplicativos e até dados pessoais. Dessa forma, o foco é um só: Ter todas as informações da vítima para conseguir diversas vantagens, principalmente acesso à conta do banco para poder ter posse do valor disponível.

Entretanto, os hackers sabem que para conseguir o ataque é preciso ir em busca de usuários leigos, que não tem tanto conhecimento na área. Pois, se atacarem conhecedores e experientes na área, como técnicos de informática, por exemplo, dificilmente a invasão será bem sucedida.

Brasil é o 2º país que mais sofreu com a nova onda de Hackers

Segundo informações da Netscout, fornecedora de produtos de gerenciamento de desempenho de aplicativos e redes, o Brasil, em 2021, é o segundo país no mundo que mais tem sofrido com ataques cibernéticos.

Nos últimos meses a Cyrela (Cyre3), construtora de imóveis renomada no estado de São Paulo, sofreu um ataque poderoso de ransomware – um software de extorsão que pode bloquear o computador e depois exigir um resgate para desbloqueá-lo – que atingiu 439 mil dispositivos em todo o território nacional.

Como ter segurança na internet?

Para que o dispositivo de trabalho esteja seguro e com riscos mínimos de invasão, é preciso seguir alguns critérios. Dessa forma, os hackers terão mais dificuldade de acessar os arquivos da empresa.

Veja abaixo, cinco dicas para que os dispositivos não fiquem vulneráveis no ambiente empresarial.

Estabelecer limites de conexão

Para manter a máquina segura de invasores, é importante que o uso seja exclusivo para o trabalho. Ao contrário disso, se o dispositivo estiver sendo utilizado para fins de lazer ou pesquisas, como mídias sociais, vídeos, entre outros, a segurança na internet pode estar em risco.

Outro ponto importante é que se uma reunião online estiver acontecendo ou verificando arquivos sigilosos, o usuário precisa verificar se mais ninguém tem acesso.

Backup

Realizar um backup é muito importante, principalmente em redes que estão em vulnerabilidade para possíveis ataques.

É completamente relevante escolher a opção de guardar todos os dados e optar por sempre atualizar sistemas e softwares, pois, atualizações recebem normalmente, melhorias de segurança.

Além disso, fazer o backup em mais de um lugar importante. Em alguns casos pode ser que um dos dispositivos no qual o arquivo está armazenado falhe ou seja corrompido, assim, com essa segunda base de backup nenhum dado será perdido.

VPN Empresarial

Outra forma de proteção online no acesso remoto é o uso das VPN’s (Rede Privada Virtual, em inglês). Esta tecnologia tem como objetivo proteger as conexões com dois ou mais aparelhos conectados na mesma rede. Dessa forma, faz com que essa conexão seja segura e criptografada.

Com a VPN é possível acessar o computador, mesmo em outro local, disponibilizando o acesso remoto aos dados da empresa, para os funcionários em home office.

O acesso é feito por autenticação, facilitando o controle dos acessos e servindo também como forma de proteção.

Como utilizar VPN Empresarial em 5 passos

Para utilizar a VPN através da conexão da empresa é bem simples. Para isso é só seguir cinco passos fáceis para ativar a tecnologia criptografada.

O primeiro passo é contratar uma ferramenta de proteção com alguma empresa de preferência.  Após isso, o equipamento de contratação será enviado à empresa para que possa ser feita a instalação e a VPN ser ativa e proteger toda a rede.

Em suma, instalar e iniciar o uso é bem simples, inclusive, é tão fácil que não precisa ter conhecimento técnico para a ativação. É claro que, grande parte das empresas de grande porte, possuem equipe de suporte, mas caso não tenha, é só seguir esses passos que a instalação será concluída.

Ao instalar, a VPN empresarial deverá ser ativa no painel de controle da ferramenta contratada anteriormente, informando quem está autorizado a acessar as informações através da VPN.

Em seguida será necessário realizar o download do software da VPN, assim, a instalação da ferramenta deverá ser incluída em todos os dispositivos que serão utilizados em home-office ou em qualquer outro local fora do ambiente empresarial.

Geralmente, para conectar o usuário deverá inserir o login e senha cadastrada no momento da instalação. Feito isso, pronto! Tendo a VPN empresarial a proteção está garantida.

Firewall

Tendo como objetivo proteger o perímetro interno da rede da empresa de possíveis ameaças, o firewall seleciona os pacotes de dados que serão recebidos e enviados. Assim, ele que irá conferir se a circulação das informações será aceita.

Além de bloquear ataques, o firewall visa o controle de acesso e o monitoramento da conexão entre o computador e a internet. Ele é imprescindível para as empresas, pois garante o controle para otimização dos resultados e segurança.

Concluindo, ele também bloqueia qualquer movimentação de ataques perigosos. Assim, ele proíbe qualquer manifestação dos vírus, para que não se espalhe. O firewall pode ser configurado de acordo com o desejo do usuário, oferecendo mais segurança na internet.

Qual VPN Empresarial utilizar?

É claro que, independente da empresa que já utiliza VPN, tem preferência por uma determinada ferramenta. Ainda assim, na maioria dos casos de empresas menores, a rede nem possui essa proteção.

Dessa forma, uma das melhores ferramentas e que garantem proteção é a VPN Empresarial da Lumiun. Ideal para aproximar os colaboradores que estão fora do escritório da empresa, unificando todos esses dispositivos conectados à rede e garantindo mais segurança e produtividade.

Por fim, podemos concluir que criar metas, formular um planejamento mensal, realizar backups, sempre atualizar os sistemas e possuir uma conexão VPN nas redes da empresa, é essencial para que os funcionários tenham um aumento de produtividade e mais segurança nos dados da empresa.

Posts Relacionados