uso consciente e seguro da internet

Veja 17 dicas simples para o uso consciente e seguro da internet

Para além da luta diária por maior produtividade e crescer em meio à crise de um período pós-pandemia, ainda têm de investir em ser mais eficientes e profissionais para evitar ciberameaças. Nesse cenário, o foco vira para os funcionários. Afinal de contas, são a grande porta de entrada para ciberataques nas empresas e, ao mesmo tempo, elementos-chave na prevenção e no combate a ciberameaças.

Eis outra frente de atenção e investimentos das empresas: a orientação e a conscientização dos colaboradores no sentido do uso seguro da internet corporativa. Tanto no ambiente da empresa, quanto em home office.

As empresas brasileiras, sem dúvida, estão em situação de maior risco a partir de 2022 e nos próximos anos. Pequenas e médias empresas, agora, estão mais vulneráveis a ataques cibernéticos do que antes.

Não só os vazamentos de dados ocorridos no Brasil, em 2021, levaram a essa situação, como também nivelaram empresas de todos os portes. As tornaram alvos igualmente atraentes para ataques maliciosos e fraudes digitais.

Por isso, o investimento em soluções e tecnologias de segurança em paralelo à adoção de medidas laborais para prevenir, proteger contra ameaças cibernéticas.

Proteção contra ciberameaças começa com o uso consciente da internet

Com vistas a uma maior proteção para o setor corporativo, a SaferNet (entidade de proteção e combate a violações dos direitos humanos na internet) divulga dados, dicas e informações para contribuir e promover o uso consciente da internet.

Em 16 anos, a SaferNet recebeu e processou 4.441.595 denúncias anônimas, envolvendo 935.496 páginas (URLs) distintas escritas em 10 idiomas, atribuídos para 108 países em 6 continentes. O número representa cerca de 278 mil denúncias por ano. Ajudou 35.057 pessoas em 27 unidades da federação e foram atendidos 9.558 crianças e adolescentes, 2.420 pais e educadores, 4.468 jovens e 18.611 outros adultos em seu canal de ajuda e orientação.

De acordo com Rodrigo Nejm, diretor de Educação e Atendimento da SaferNet, o problema não está na tecnologia, mas, sim, no uso indevido da internet por parte das pessoas. “Com a união de todos, incluindo empresas dos mais variados setores e do governo, teremos mais forças para construir uma internet mais saudável.

Dicas para o uso consciente e seguro da internet

#1 Verificar e atualizar

Verifique as configurações de privacidade nas redes sociais e as atualize sempre que necessário. Não deixe dados pessoais acessíveis a desconhecidos.

#2 Sites seguros

Utilize sites seguros sempre que possível. Aqueles que possuem “https” (navegação criptografada), por exemplo, pois, são mais seguros.

#3 Atenção aos “Termos e Condições”

Se não tiver tempo de ler todos os termos e condições quando realizar o registro em um site novo, recorra a ferramentas como EULAlyzer, por exemplo. Esse tipo de programa analisa as licenças.

#4 Denuncie conteúdos impróprios

Todos são responsáveis por denunciar conteúdos impróprios encontrados na Web. Faça a sua parte!

#5 Cuide dos seus dados pessoais

Lembre-se que as relações estabelecidas na internet merecem os mesmos cuidados do contato pessoal. Portanto, não revele a estranhos informações pessoais, nem deixe seus dados salvos em conversas on-line ou e-mails. Você pode perder dispositivos mobile ou ter algum tipo de desentendimento com a pessoa para a qual enviou tais informações.

#6 Não compartilhe intimidades on-line

Se tiver algo de íntimo ou sigiloso para dizer a alguém e queira guardar segredo, fale pessoalmente, ou faça uma chamada. Sistemas de mensagens de texto, vídeo e áudio podem ser facilmente copiados ou compartilhados.

#7 Pense antes de agir

É fundamental pensar antes de publicar qualquer conteúdo. Controle o que e para quem publica. Por exemplo, em algumas redes sociais você pode escolher o que pretende tornar público e o que somente seus amigos podem ver.

#8 Cautela e discrição

Evite fornecer endereços de lugares onde frequenta, mora ou estuda. Muito cuidado também com o Check-in.

#9 Cuidado com estranhos

Evite fazer videochamadas com estranhos. Sua imagem pode ser manipulada, ser usada para montagens em situações humilhantes que podem ser divulgadas entre amigos e familiares.

#10 Sua imagem é sua

Não se deixe fotografar em cenas comprometedoras, nem mesmo envie qualquer foto sua a terceiros. Por mais que confie em quem está recebendo o material, o conteúdo pode cair em mãos erradas.

#11 Faça o registro de conversas e mensagens

Opte por gravar conversas quando se sentir ameaçado. Bloqueie o contato dos agressores no celular, chat, e-mail e rede de relacionamento.

# 12 Senhas fortes

Utilize senhas fortes, mesclando números, letras e outros caracteres. Não compartilhe suas senhas com ninguém. Não repita suas senhas e, caso precise armazená-las, que seja em local protegido. Serviços oferecem “tokens” no celular para dificultar roubo de senhas.

#13 Mantenha segura sua rede

Coloque uma senha em sua rede Wi-Fi e troque a senha padrão do roteador.

#14 Sistema atualizado e protegido

Instale um antivírus em seu computador e o mantenha devidamente atualizado. Habitue-se a manter as mais recentes atualizações disponíveis do fabricante do sistema operacional.

#15 Segurança em todos os momentos

Bloqueie suas telas sempre que se ausentar do computador e acostume-se a fechar sua sessão ao utilizar computadores públicos, ou então, use o modo anônimo do seu navegador preferido.

#16 Evite senhas em dispositivos de uso coletivo

Faça operações que envolvam senha apenas em dispositivos pessoais ou de uso individual.

#17 Saiba como se proteger

Aprenda a deletar ou bloquear as informações do smartphone de forma remota, em caso de roubo, você pode manter seus dados seguros.

Ferramentas de Segurança

Além disso, é importante usar ferramentas que proporcionam o uso da internet mais segura. No Guia de TI para Pequenas e Médias Empresas que lançamos à pouco tempo, listamos inúmeras soluções que podem ajudar você e sua empresa à manter o uso da internet mais segura. Alguns dos tópicos abordados são:

  1. Backup
  2. Antivírus e Antimalware
  3. Roteadores e Switches
  4. Firewall e Controle de Acesso à Internet
  5. VPN – Rede Virtual Privada
  6. Serviços de Domínio Active Directory
  7. Suíte de Escritório
  8. Armazenamento de Arquivos
  9. E-mail Empresarial
  10. Comunicação Corporativa
  11. Gestão de Atividades e Processos
  12. Helpdesk e Gestão de Atendimentos
  13. Videoconferência

Você pode acessar quando quiser, ou baixar o eBook, é totalmente gratuito.

Informação e prevenção são as melhores armas contra ciberameaças

Informação e prevenção são palavras-chave contra incidentes de segurança, para evitar prejuízos e para resguardar a reputação das empresas.

Um processo que não precisa ser difícil nem complexo. Uma vez que, no mercado, existem soluções simples, úteis e acessíveis.

Sem dúvida, prevenir incidentes de segurança é mais eficiente quando existe a gestão e controle do acesso à internet alinhada à segurança da informação e a processos de compliance.

Na prática, além da prevenção, as melhores soluções contribuem para aumentar os índices de produtividade e de lucratividade. Basta pesquisar e comparar.

Clique aqui e descubra uma solução excelente para prevenir incidentes de segurança e promover o uso consciente e seguro da internet em sua empresa. 

Assine nossa newsletter semanal e receba mais notícias e materiais.

3 comentários

Comentários fechados

Posts Relacionados