Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Veja 17 dicas simples para o uso consciente e seguro da internet

O segmento empresarial está se tornando alvo cada vez mais atraente para ataques virtuais. Por conta disso, as empresas precisam tomar cuidados diários para manter-se longe das ameaças, adotando medidas de combate, prevenção e orientando os colaboradores sobre o uso consciente e seguro da internet na empresa, principalmente, com grande parte dos colaboradores em home office.
Visando uma maior proteção para o setor corporativo, a SaferNet (entidade de proteção e combate a violações dos direitos humanos na internet) criou uma lista com dicas para uso consciente da internet, além de disponibilizar o balanço de sua atuação.

Em 14 anos, a SaferNet recebeu e processou 4.134.808 denúncias anônimas, envolvendo 790.390 páginas (URLs) distintas escritas em 9 idiomas, atribuídos para 104 países em 6 continentes. O número representa cerca de 295 mil denúncias por ano. Ajudou 30.389 pessoas em 27 unidades da federação e foram atendidos 8.543 crianças e adolescentes, 2.180 pais e educadores, 3.471 jovens e 16.195 outros adultos em seu canal de ajuda e orientação.

De acordo com Rodrigo Nejm, diretor de Educação e Atendimento da SaferNet, o problema não está na tecnologia, mas sim no uso indevido da internet e serviços disponíveis na web por parte das pessoas. “Com a união de todos, incluindo empresas dos mais variados setores e do governo, teremos mais forças para construir uma internet mais saudável”.

Você pode conhecer e utilizar os serviços e informações que a SaferNet disponibiliza acessando o site: www.safernet.org.br .

Dicas para o uso consciente e seguro da internet:

  1. Verifique as configurações de privacidade nas redes sociais e atualize-as sempre que necessário. Não deixe dados pessoais acessíveis a desconhecidos.
  2. Utilize sites seguros sempre que possível, por exemplo, aqueles que possuem https (navegação criptografada), porque as informações enviadas para esses sites é mais segura.
  3. Se não tiver tempo de ler todos os termos e condições quando realizar o registro em um site novo, recorra a ferramentas tais como EULAlyzer. Esse tipo de programa analisa as licenças.
  4. Todos são responsáveis por denunciar conteúdos impróprios encontrados na web. Faça a sua parte!
  5. Lembre-se que as relações estabelecidas na internet merecem os mesmos cuidados tomados no contato pessoal. Portanto, não revele a estranhos informações pessoais, nem deixe seus dados salvos em alguma conversa ou e-mail. Você pode perder este dispositivo, ou ter algum tipo de desentendimento com o a pessoa que você enviou tais informações.
  6. Se tiver algo de intimo ou sigiloso para dizer a alguém e queira guardar segredo, fale pessoalmente, ou faça uma chamada. Sistemas de mensagem de texto, vídeo e áudio podem ser facilmente copiados ou compartilhados.
  7. É fundamental pensar antes de publicar algum conteúdo. Controle o que e pra quem você publica. Em algumas redes sociais você pode escolher o que quer tornar público e o que somente seus amigos podem ver.
  8. Evite dar endereços de lugares onde frequenta, mora ou estuda. Muito cuidado também com o Check-in.
  9. Evite fazer videochamadas com estranhos. Sua imagem pode ser manipulada e você ser ameaçado de ter essa foto montada em situações humilhantes e divulgada entre amigos e familiares.
  10. Não se deixe fotografar em cenas comprometedoras, nem mesmo envie qualquer foto sua a uma terceira pessoa. Por mais que confie em quem está recebendo o material, o conteúdo pode cair em mãos erradas.
  11. Opte por gravar conversas quando se sentir ameaçado. Bloqueie o contato dos agressores no celular, chat, e-mail e rede de relacionamento.
  12. Utilize senhas fortes, mesclando números, letras e outros caracteres. Não compartilhe suas senhas com ninguém. Não repita suas senhas e, caso precise armazená-las, que seja em local protegido. Serviços oferecem ‘tokens’ no celular para dificultar roubo de senhas.
  13. Coloque uma senha em sua rede wi-fi e troque a senha padrão do roteador.
  14. Instale um antivírus em seu computador e o mantenha devidamente atualizado. Habitue-se ainda a manter as mais recentes atualizações disponíveis do fabricante do sistema operacional.
  15. Bloqueie suas telas sempre que se ausentar do computador e acostume-se a fechar sua sessão ao utilizar computadores públicos, ou então, use o modo anônimo do seu navegador preferido.
  16. Faça operações que envolvam senha apenas em dispositivos pessoais.
  17. Aprenda a deletar ou bloquear as informações do smartphone de forma remota, em caso de roubo, você pode manter seus dados seguros.
Powered by Rock Convert

Ferramentas de Segurança

Além disso, é importante usar ferramentas que proporcionam o uso da internet mais segura. No Guia de TI para Pequenas e Médias Empresas que lançamos à pouco tempo, listamos inúmeras soluções que podem ajudar você e sua empresa à manter o uso da internet mais segura. Alguns dos tópicos abordados são:

  1. Backup
  2. Antivírus e Antimalware
  3. Roteadores e Switches
  4. Firewall e Controle de Acesso à Internet
  5. VPN – Rede Virtual Privada
  6. Serviços de Domínio Active Directory
  7. Suíte de Escritório
  8. Armazenamento de Arquivos
  9. E-mail Empresarial
  10. Comunicação Corporativa
  11. Gestão de Atividades e Processos
  12. Helpdesk e Gestão de Atendimentos
  13. Videoconferência

Você pode acessar quando quiser, ou baixar o eBook, é totalmente gratuito.

Findando este artigo, esperamos contribuir para que seus dados e informações sejam de apenas sua propriedade, bem como os da sua empresa.

Até a próxima!

 

Powered by Rock Convert