Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

O que vai mudar nos escritórios após o coronavírus?

A pandemia da Covid-19 impactou profundamente o modo de trabalho e de vida no mundo todo. Boa parte dos profissionais dos escritórios, após o coronavírus, foram obrigados a realizar seus serviços de casa. Os pontos turísticos, o comércio e as ruas das cidades estão vazias enquanto a população “cumpre” o isolamento social.

Ainda não se sabe quando esse período de isolamento vai acabar e a rotina voltar ao normal. Mas, será que tudo vai continuar como era antes? Os escritórios vão funcionar do mesmo modo que operavam antes da pandemia? Dica: publicamos um artigo aqui no blog com Softwares Gratuitos para manter seu Escritório Funcionando na pandemia.

Muitos acreditam que não, porque a tendência é que os cuidados com o vírus continuem mesmo após o fim da pandemia. Isso deve acontecer, porque a criação da vacina ainda deve demorar e as pessoas estarão com medo de se expor à doença.

Sendo assim, listamos algumas mudanças que devem acontecer nos escritórios após o surgimento do novo coronavírus. Continue lendo para conferir e adequar sua empresa a essas transformações:

Six Feet Office

O “Six Feet Office” é uma criação da Cushman & Wakefield, uma empresa global de serviços imobiliários. Em tradução livre, “six feet” significa seis pés, que é uma unidade de medida usada pelos norte-americanos. Quando convertidos os “six feet” equivalem a 1,82 metros, ou seja, aproximadamente a medida de isolamento social recomendada por organizações de saúde.

Nesse novo modelo de escritório as estações de trabalho devem ficar a, pelo menos, seis pés de distância uma das outras. Além disso, adesivos devem ser colocados em toda a empresa para lembrar os profissionais da maneira como eles devem se portar nesse ambiente.

Esses avisos devem mostrar, por exemplo, onde o colaborador deve pisar e em qual sentido andar para respeitar o isolamento social dentro do escritório. Assim, a segurança aumenta tanto para o profissional que respeita as medidas quanto para aqueles que compartilham o local de trabalho com ele.

Janelas abertas

Mais uma mudança que vai acontecer nas empresas será a abertura das janelas nas salas dos escritórios. Como a circulação do ar é muito relevante para que o vírus não se espalhe, elas terão que permanecer abertas durante o expediente.

Caso alguns espaços da empresa não tenham janelas que possam ser abertas, o responsável pelo escritório terá que repensar a disposição de seus colaboradores. Uma reforma que disponibilize janelas no local pode ser uma boa ideia.

Higienização frequente

Geralmente, a limpeza dos ambientes das empresas acontecia no início e no fim do dia. Depois da Covid-19, elas devem se tornar bem mais frequentes durante o expediente para evitar que o vírus fique em mesas, cadeiras e demais superfícies usadas pela equipe do escritório.

Outra medida que deve ser implementada é a disponibilização de materiais de prevenção do contágio, como álcool em gel, máscaras e até plásticos ou papéis sobre mesas e equipamentos, para que o profissional não precise tocar diretamente nessas superfícies.

Ao fim do dia, os colaboradores que usaram esses plásticos em seu espaço de trabalho devem jogá-los fora. No dia seguinte, um novo pode ser colocado e o colaborador deverá sempre fazer o mesmo procedimento dia após dia.

Verificação de temperatura

A verificação de temperatura dos colaboradores pode se tornar uma medida comum nos escritórios após o coronavírus. Essa ação é muito importante e grandes empresas, como a Amazon e Walmart, já a incluíram no cotidiano de seus funcionários durante a pandemia.

Não há nada na legislação trabalhista brasileira que impeça a verificação de temperatura dos profissionais de um escritório durante ou após uma pandemia. Uma vez que essa providência nesse período, pode ser considerada uma medida de segurança da empresa.

Além de medir a temperatura dos colaboradores, as empresas podem decidir testar regularmente sua equipe quando houver testes disponíveis para certificar-se de que ninguém esteja infectado no ambiente.

Horários diferentes

É comum os funcionários iniciarem e terminarem seus horários de trabalho juntos. Esse é outro padrão que está prestes a mudar. Diversas empresas no mundo estão repensando e reformulando os horários de entrada e saída dos profissionais para que elevadores não fiquem lotados.

E ainda, para que não haja aglomeração dentro dos escritórios outra alternativa plausível é a retirada de espaços comunitários para refeições, cafés e descanso. Assim, as chances do isolamento social ser respeitado serão maiores.

Menos pessoas no escritório

Muitas empresas que nunca tinham decretado home office tiveram que fazer isso devido à pandemia de Covid-19. E o que grande parte delas está percebendo é que esse modo de trabalho pode funcionar bem.

Então, será mesmo necessário mandar todos os colaboradores voltarem para os escritórios após o coronavírus acabar?

Essa ideia está sendo bastante discutida e não há apenas uma resposta certa para ela. Dependendo do número de profissionais contratados e do espaço físico da empresa, exigir que todos voltem juntos a trabalhar presencialmente pode não ser uma boa atitude.

Por isso, as empresas estão refletindo sobre o que pode ser feito. Algumas devem decretar home office total para parte de seus colaboradores, outras podem oferecer um dia na semana de trabalho remoto ou, ainda, fazer o retorno ao escritório por etapas.

Tecnologia usada para diminuição do contágio

Essa mudança talvez não seja tão imediata, principalmente no Brasil. Contudo, empresários já estão pensando em formas de utilizar a tecnologia para adaptar escritórios e, assim, diminuir as chances de contágio no trabalho.

A ideia é que com a tecnologia sejam criadas soluções para que os colaboradores de uma empresa não precisem tocar com as mãos muitas superfícies do escritório. Baseada na sede de uma empresa de gestão de resíduos do Oriente Médio, uma das ideias para o futuro é colocar portas que se abrem com sensores de movimentos ou reconhecimento facial.

Além disso, a possibilidade de realizar tarefas cotidianas, como pedir um café, pelo celular também estão sendo consideradas vantajosas cada vez mais.

Essas 7 medidas podem afetar as rotinas nos escritórios durante e após a pandemia, porque os cuidados ainda vão ser exigidos depois desse período mais crítico da propagação da doença.

Depois de ler nosso texto e descobrir quais são as tendências que estarão presentes nas empresas, você já sabe quais serão aplicadas em seu escritório? Deixe seu depoimento nos comentários!

Powered by Rock Convert