se proteger na internet

Provedor de Internet: como ajudar seu assinante a se proteger na internet

Em diversas conversas com inúmeros provedores de internet, percebemos que o desejo de ajudar os assinantes a se proteger na internet é comum. Mas (obviamente teria um porém), como educar seus usuários e oferecer ferramentas para proteção ao navegar na internet?

Os benefícios de tais ações não agem apenas em favor do assinante mas também do provedor de internet, que diminui chamados de suporte, agrega valor ao portfólio do provedor entre muitos outros benefícios que você verá ao longo deste post.

Quais os perigos de utilizar a internet sem proteção?

Talvez tenhamos passado já pela revolução digital e nem tenhamos percebido. A verdade é que a internet deixou de ser apenas uma ferramenta de lazer e trabalho, e se tornou uma verdadeira guerra pela busca de informações sigilosas e ataques cibernéticos em busca de dinheiro, seja ele tradicional ou as muito faladas moedas digitais.

Semanalmente publicamos notícias relacionadas à segurança na internet, e o que não nos falta é insumos para encher a newsletter de ataques cibernéticos.

Os perigos ao navegar na internet são inúmeros, mas, entre os mais comuns estão:

  • Vírus – Existem vários tipos de vírus e todos são prejudiciais para o dispositivo, agindo de diferentes formas e causando diversos problemas como lentidão do sistema, cópia de arquivos, registro de atividade, entre outros.
  • Links maliciosos – Os links maliciosos estão espalhados por anúncios, e-mails (inclusive falsos, vindo de remetentes conhecidos), janelas de publicidade, entre outros.
  • Ataques de phishing – Normalmente por meio de páginas falsas, essa fraude tem o objetivo de adquirir informações pessoais do usuário de internet, tentando induzir seus visitantes a colocarem seus dados em sites falsos idênticos aos verdadeiros.
  • Spams – São mensagens em massa enviadas de forma não autorizada com o objetivo de lotar a caixa de e-mail de seus receptores.
  • Ataques de ransomware – Com o objetivo de criptografar os dados da vítima, este tipo de ataque é propagado de diversas formas e normalmente solicita um pagamento para descriptografar os dados. Muito comum e em alta neste ano, ataques de ransomware tem atingido muitos usuários na internet.
  • Extorsão – Pessoas mal intencionadas na internet buscam por vantagens financeiras o tempo todo. Usuários leigos como crianças e adolescentes podem facilmente serem persuadidos por pessoas deste tipo. Cuidados com sites considerados nocivos ou de baixa credibilidade são importantes nesses casos.
  • Conteúdo inadequado – Nem todo tipo de conteúdo da internet pode ser visto ou consumido por todos os usuários que nela navegam. Conteúdos de pornografia e violência por exemplo são inadequados para crianças e adolescentes, assim como jogos e apostas podem não fazer sentido serem consumidos por usuários em seu horário de trabalho. Conteúdos inadequados são um dos perigos mais comuns da internet e devem ser levados a sério.

Como o provedor de internet pode ajudar o assinante a se proteger?

Conhecimento e informação nunca é em excesso. Provedores que transmitem conhecimento para seus assinantes mantém uma relação de colaboração e também trazem benefícios para o provedor e não somente para o assinante. 

Orientar o assinante sobre os perigos da internet pode diminuir chamados de suporte por infecção de vírus ou lentidão na rede, seja ela residencial ou empresarial por exemplo. Além disso, alertar os clientes sobre estes perigos pode gerar o sentimento de preocupação por parte do provedor com o assinante, retendo e fidelizando clientes de forma natural.

Spoiler: ao final desse texto disponibilizamos a Cartilha de Segurança e Prevenção para Usuários de Internet, que você pode personalizar com o logo do seu provedor e oferecer mais conhecimento e informação para seus assinantes.

Ferramentas de proteção

Não somente orientar seus assinantes, mas oferecer também ferramentas de proteção na internet podem agregar valor ao portfólio do provedor e tornar o processo de proteção um pouco mais automatizado. 

Existem algumas ferramentas ou Serviços de Valor Adicionado (SVA) que os provedores podem utilizar. Entre os principais, voltados para segurança na internet, estão:

  • Antivírus – Considerado um dos sistemas básicos e essenciais para segurança na internet, os antivírus podem melhorar consideravelmente a proteção contra vírus e malwares dos computadores e celulares.
  • Filtro de DNS – O filtro DNS é uma solução para gerenciar regras de acesso baseado em consultas de DNS, filtrando o que é permitido ou não ser acessado pelo usuário final. Quando ativo e configurado corretamente, oferece uma camada extra de proteção, impedindo o acesso a sites considerados nocivos ou inadequados para todos os dispositivos (computador, celular, TV, tablet, impressora, etc.) conectados na internet.

Serviços de valor adicionado podem trazer benefícios para assinante e provedor

Primeiramente, segundo a Anatel, o Serviço de Valor Adicionado (SVA) é toda e qualquer prestação de serviço auxiliar à atividade de telecomunicações. Geralmente implementados como serviços extras em provedores de internet, tem como função oferecer experiências adicionais ao cliente, como antivírus, streaming de vídeo e áudio, acessos ilimitados às redes sociais, filtro de conteúdo entre muitos outros.

No vídeo abaixo você vai conseguir entender as principais diferenças entre SVA e SCM, e também os benefícios de disponibilizar um SVA no portfólio do seu provedor.

Como falamos anteriormente, mas de forma mais sucinta, serviços de valor adicionado trazem benefícios não somente para o assinante, mas também para o provedor de internet:

  • Otimização tributária – Um dos grandes benefícios para o provedor de internet é a pequena carga tributária imposta sobre o serviço de valor adicionado. Diferente do Serviço de comunicação e Multimídia, a tributação do SVA é regida apenas pelo órgão federal e responde às normas fiscais estaduais, tornando o uso destes serviços mais lucrativo ao provedor, afinal, a carga tributária é menor.
  • Diferencial competitivo – Oferecer serviços adicionais ao de internet pode interferir na escolha do usuário de qual provedor de internet irá contratar. Não somente isso, serviços úteis e realmente utilizáveis pelo assinante, se tornam fator de permanência, reduzindo os números de cancelamento de assinatura.

Cartilha de Segurança e Prevenção para Usuários de Internet

De acordo com um levantamento feito pelo IBGE, mais de 82% dos domicílios do Brasil possuem acesso à internet e utilizam diariamente para diversas tarefas. Mas o que torna este dado importante não é a quantidade de usuários conectados, mas sim, o número de pessoas que se preocupam com a segurança dos dados que trafegam na internet e os problemas que um vazamento pode causar.

Somente em 2020 mais de 8,4 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos atingiram o Brasil, portanto, acreditamos que qualquer usuário de internet merece ao menos ter conhecimento sobre os tipos de ataques cibernéticos e as principais formas de se proteger.

A fim de ajudar provedores de internet na conscientização e entrega de informação sobre segurança na internet para seus assinantes, nós da Lumiun desenvolvemos a Cartilha de Segurança e Prevenção para Usuários de Internet. O material foi especialmente criado para este público com tópicos como:

  • O que é segurança na internet?
    • Ataques cibernéticos mais comuns
    • Boas práticas de segurança na internet
      • Contas e senhas
      • Redes sociais
      • Segurança de computadores
      • Segurança de dispositivos móveis
  • Como seu provedor de internet pode ajudar?

O material é totalmente gratuito e personalizável, onde você pode colocar o logotipo e informações do seu provedor.

Esperamos que este texto em conjunto com o material que disponibilizamos, ajude você e seu provedor a ter uma relação de confiança e proximidade com seu assinante, oferecendo de forma gratuita mais segurança no uso da internet.

Até mais!

Posts Relacionados