hotspot

Hotspot com Wi-Fi desprotegido: dor de cabeça e prejuízos para empresas

Quem cria um hotspot e oferece Wi-Fi gratuito precisa levar em conta a prevenção e a proteção contra vulnerabilidades na segurança de dados e ataques cibernéticos. Caso contrário, um hotspot com Wi-Fi desprotegido pode se transformar em uma grande dor de cabeça e em prejuízos.

Imagine que você e sua equipe trabalharam muito. Como resultado, sua empresa cresceu. De forma mais do que natural, o investimento na digitalização dos processos alavancou o negócio e o crescimento foi ainda maior.

Assim, ao expandir e “surfar” este bom momento, você passa a oferecer sinal Wi-Fi aos clientes e consumidores em seu próprio hotspot. Certamente, uma imposição gerada pela concorrência em nichos e setores de mercado mais competitivos.

Contudo, a conveniência do acesso gratuito à internet deveria gerar apenas vantagens e benefícios para todos. De fato, um diferencial e uma vantagem competitiva.

No entanto, sem soluções e serviços de gestão e controle do acesso à internet, os problemas e os riscos de disponibilizar um hotspot com Wi-Fi aberto são muitos.

Cuidado ao oferecer hotspot com Wi-Fi desprotegido

Por isso, vale o alerta para os riscos e perigos de disponibilizar Wi-Fi com sinal aberto. Em vez atrair mais clientes e incrementar os negócios, um hotspot público com sinal liberado sem nenhum tipo de proteção, pode se tornar uma grande cilada para as empresas.

Dentre os problemas possíveis, o principal tem a ver com a falta de segurança e a vulnerabilidade de dados. Assim, em decorrência dessa circunstância é que as empresas podem ser responsabilizadas.

Em outras palavras, quando uma empresa oferece acesso à internet de forma gratuita, torna-se corresponsável por possíveis danos e prejuízos de ataques cibernéticos ocorridos em um hotspot próprio com sinal Wi-Fi liberado.

Pois, sem soluções e serviços de gestão e controle do acesso à internet e demais cuidados com proteção de dados, as empresas podem sofrer fiscalização, sanções e até penalizações.

Então, segue o primeiro alerta: atenção à LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) é necessária. Sua empresa deve estar adequada à LGPD. Todavia, saiba que adequar-se à LGPD não significa proteção absoluta.

Por isso é superimportante, dentre outras adequações, comprovar que o hotspot conta com processos de compliance contra fraudes virtuais, códigos maliciosos, vazamento de dados e outros incidentes de segurança.

Então, é ruim oferecer um hotspot com Wi-Fi público e gratuito?

Sem dúvida, não é esta a questão que pretendemos trazer ao debate neste artigo. A diferença entre uma boa e uma má ideia, muitas vezes, está na sua execução.

Na prática, o que determina o retorno e o impacto (positivo ou negativo) desta interessante iniciativa que pode, sim, alavancar muitos negócios e empresas, é o nível de conhecimento, informação e experiência.

Isto é, quanto mais sua empresa for capaz de instituir e gerir com eficácia e controles que permitam segurança ao hotspot gratuito com Wi-Fi liberada, melhores serão os resultados e menores os riscos.

Então, oferecer um hotspot com Wi-Fi público e gratuito tanto pode trazer prejuízos e dor de cabeça, quanto gerar benefícios e vantagens. O diferencial é a forma e a gestão e controle do acesso à internet.

Por isso, vale relembrar a dica do artigo Hotspot: conheça os perigos do Wi-Fi público e gratuito), sobre a segurança do acesso à internet em hotspots públicos e gratuitos.

Afinal, é possível acessar a internet, em um hotspot com Wi-Fi público e gratuito de forma segura?

A resposta, paradoxalmente, pode ser sim e não!

Sim, se acaso você contar com soluções e tecnologias de segurança de dados em seus dispositivos. E, além disso, tomar todos os cuidados e precauções na hora de escolher um hotspot seguro para o acesso à internet.

Não, quando não tiver informação, conhecimento nem serviços que garantam a proteção contra incidentes de segurança.

Faltam informações e dados sobre os problemas de oferecer Wi-Fi desprotegido

Quando as empresas não tomam as devidas precauções, os hotspots públicos podem ser uma fonte de problemas para todos: empresas e usuários.

Com toda certeza, uma porta aberta a todos os tipos de incidentes de segurança. É interessante ressaltar a ideia da porta aberta. Afinal, por uma porta, é possível entrar e sair. Isto é, no caso de um hotspot público e gratuito, cibercriminosos podem até invadir a rede corporativa.

Surpreendentemente, o que explica (mas não justifica) uma empresa se colocar em risco, sem dúvida, são a falta de informação e de prevenção. E não é motivo de espanto que seja assim.

Pois, basta uma rápida pesquisa na internet para revelar que quase não existem conteúdos sobre o risco de oferecer Wi-Fi desprotegido em um hotspot público e gratuito. Em contraste, é muito fácil encontrar materiais sobre a série de riscos e perigos de utilizar Wi-Fi gratuito.

Basicamente, o alerta e a dica é que os riscos e perigos e de oferecer Wi-Fi gratuito em um hotspot público, certamente, podem ser evitados e minimizados com gestão e controle do acesso à internet.

Quais são os riscos mais comuns de oferecer hotspot público e gratuito?

Veja alguns dos poucos resultados encontrados sobre riscos de oferecer hotspot com Wi-Fi desprotegido, com informações disponíveis nos seguintes sites: mambowifi.com, alleasy.com.br, wicorp.com.br e norton.com.

Problemas com autoridade reguladora e com a Justiça

Imagine que um cibercrime seja cometido em seu hotspot e sua empresa não armazenou os dados que documentam os acessos ao Wi-Fi gratuito. Você sabia que o dono da rede (a empresa) responde pela infração? É o que prevê a Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014, o Marco Civil da Internet.

A única maneira de proteção é armazenar os dados das pessoas que se conectam ao Wi-Fi. Por isso, com a conexão via sistema hotspot, a documentação de acesso fica armazenada. Uma vantagem, que facilita tomar as medidas legais contra o responsável. De fato, uma forma de livrar a empresa de acusações e multas por parte das autoridades.

Proliferação de redes falsas

É normal que o público acredite na confiabilidade de uma rede com o nome de uma empresa conhecida. Porém, os cibercriminosos disponibilizam outra rede maliciosa com o mesmo nome de seu hotspot para acessar dados dos usuários incautos. Os prejuízos podem abalar a imagem e as finanças de uma empresa, ao transformar clientes e você em vítimas de cibercrimes.

Ciberataques e acessos não autorizados à rede da empresa

Ao se conectar a um mesmo hotspot com Wi-Fi desprotegido, não é difícil ter acesso às informações do seu computador. O invasor pode acessar pastas e documentos, alterar ou deletar arquivos da empresa. E o pior: pode até roubar segredos do negócio.

Interceptação de dados

Falhas de segurança deixam espionar atividades on-line em hotspot com Wi-Fi desprotegido. Por isso, é essencial manter os registros completos acessíveis. Por meio desses registros é possível identificar os dispositivos que se conectaram, o cadastro do usuário por CPF, data e hora e rastreamento de uso, por exemplo.

Autalização de problemas de configuração

Manter atualizados softwares e hardwares conectados ao hotspot garante mais segurança às empresas e aos usuários. Certamente, atualizações periódicas ajudam a evitar problemas de configuração e, assim, minimizar riscos e perigos de um hotspot com Wi-Fi desprotegido.

Ataques de navegação de serviço

Esse tipo de incidente de segurança, também chamado de DoS (Denial of Service), são tentativas comuns para burlar a segurança de um hotspot com Wi-Fi desprotegido. Os cibercriminosos sobrecarregam a rede para causar a interrupção do serviço.

Previna-se contra incidentes de segurança

Informação e prevenção são palavras-chave contra incidentes de segurança. Então, para evitar prejuízos e resguardar a reputação, as empresas precisam fazer sua parte.

Um processo que não precisa ser difícil nem complexo. Uma vez que o mercado oferece soluções simples, úteis e acessíveis.

Sem dúvida, prevenir incidentes de segurança é mais eficiente quando a gestão e o controle do acesso à internet andam juntos com a segurança da informação e com processos de compliance contra incidentes de segurança.

Na prática, além da prevenção, as melhores soluções disponíveis no mercado têm tecnologias que contribuem para melhorar os indicadores de produtividade e de lucratividade. Basta pesquisar e comparar.

Lumiun Box é excelente em gestão e segurança da internet. Clique aqui e descubra como ele pode ajudar a proteger sua empresa.

Certamente, é a solução que oferece diferenciais e facilidades efetivas contra incidentes de segurança.

Assine nossa newsletter semanal e receba mais notícias e materiais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados