hotspot

Hotspot: conheça os perigos do Wi-Fi público e gratuito

Você conhece os riscos e perigos de uma rede Wi-Fi em um hotspot? Sabia que, ao acessar a internet pública e gratuita, pode deixar vulneráveis e acessíveis todos os dados e arquivos do dispositivo que estiver utilizando (celular, notebook, tablet ou computador)? Certamente, mais de 90% das pessoas responderão a essa pergunta com um sonoro e perigoso não!

Em primeiro lugar, porque não é um assunto que todos dominam. Pelo contrário, poucos sabem que um hotspot não é apenas um oásis com sinal Wi-Fi aberto e acesso gratuito à internet. E que, por isso, é cheio de perigos e armadilhas.

Em segundo lugar, a falta de informação e de conhecimento são os grandes vilões desta história. Que pode ser muito triste e cheia de ameaças reais e virtuais, especialmente para pequenas e médias empresas.

Pois, funcionários em home-office e os que utilizam aparelhos conectados à rede corporativa (celulares, notebooks e tablets, principalmente), tornam-se porta de entrada para incidentes de segurança (malwares e vírus, ataques cibernéticos e vazamento de dados, por exemplo).

A falta de atenção, de planejamento em TI e de tecnologias de segurança de dados nas organizações podem ser fontes de problemas para todos. Tanto para quem cria um hotspot e libera o Wi-Fi, quanto para quem aproveita o sinal liberado e acessa a internet pública e gratuita.

O que é um hotspot?

Antes de explicar o que é hotspot e listar alguns dos perigos do Wi-Fi público e gratuito, gostaria de reforçar o alerta sobre a falta de controle na internet corporativa.

Principalmente, porque o home-office é uma modalidade de trabalho remoto que se consolidou durante a pandemia e continua uma prática comum e constante nas empresas, no pós-pandemia.

Lugar quente! Literalmente, é o que quer dizer o termo inglês “hotspot”. Ele define o ambiente no qual o acesso à internet sem fio é liberado.

Geralmente, são lojas, empresas ou espaços comerciais (como shoppings e restaurantes, por exemplo) que disponibilizam esse serviço e conveniência. Essa facilidade nem sempre é gratuita, como em aeroportos ou hotéis.

Na maioria dos locais (hotspots), você paga o acesso wireless à internet ou fornece dados pessoais. Uma estratégia para criar e manter banco de dados com leads (contatos), que são comercializados para ações de marketing.

É aí que estão os perigos do Wi-Fi público e gratuito. Pois, quem controla o hotspot, abre a porta para o acesso à internet. E, a figura é clara, nem chega a ser metáfora: por uma porta aberta na internet, entram e saem informações e dados.

O problema, é quando esse processo ocorre sem consentimento e de forma maliciosa. Novamente, uma imagem literal: um hotspot pode ser uma perigosa porta aberta para a instalação de malwares, para o vazamento de dados e demais incidentes de segurança.

Por isso, todo cuidado é pouco. E, sem dúvida, soluções com tecnologia para a prevenção e a proteção são fundamentais. Principalmente, quando é necessário acessar a internet fora de casa e do ambiente corporativo por meio de hotspot, com Wi-Fi público e gratuito.

Os perigos do Wi-Fi público

Assista aos vídeos abaixo e saiba mais sobre hotspot: os perigos do Wi-Fi público e gratuito. De forma simples e objetiva, você entenderá os riscos, danos e prejuízos (pessoais e corporativos) do acesso inseguro à internet.

Os dois vídeos são curtos e rápidos, valem a pena ser assistidos. Pois, reforçam a necessidade de gestão e controle do acesso à internet, tanto para pessoas físicas quanto para jurídicas.

Preste atenção, pois, certamente, depois de ver e ouvir as informações e as dicas que o vídeo do canal Guia Anônima compartilha, você ficará bem preocupado com os perigos do Wi-Fi público e gratuito em hotspots.

Neste outro vídeo, fica ainda mais claro porque tanta gente utiliza Wi-Fi público e gratuito. Veja como um hotspot pode ser inseguro e, ao mesmo tempo, prático e fácil de utilizar.

O canal Olhar Digital também alerta sobre a alta possibilidade de incidentes de segurança a partir do acesso à internet fora de casa ou da empresa.

É possível acessar a internet em hotspots com segurança?

Depois de todos os exemplos e alertas, resta a pergunta: é possível acessar a internet, em um hotspot com Wi-Fi público e gratuito de forma segura?

A resposta, paradoxalmente, pode ser sim e não!

Sim, se acaso você contar com soluções e tecnologias de segurança de dados em seus dispositivos. E, além disso, tomar todos os cuidados e precauções na hora de escolher um hotspot seguro para o acesso à internet.

Não, quando não tiver informação, conhecimento nem serviços que garantam a proteção contra incidentes de segurança.

Nesse caso, fica o questionamento: mesmo que o hotspot pareça seguro e confiável, vale a pena arriscar comprometer os seus dados pessoais ou os da empresa?

12 dicas para se manter seguro em um hotspot com Wi-Fi público e gratuito

Basicamente, 12 procedimentos são altamente recomendáveis para garantir um mínimo de segurança. Ou, em outras palavras, para tentar dificultar ataques maliciosos em hotspots. Mas, lembre-se: ainda vale a dica acima, no caso da resposta negativa.

  • Tenha disponível e utilize em seus dispositivos uma VPN (rede virtual privada) para se proteger em um hotspot com Wi-Fi público e gratuito.
  • Utilize autenticação de dois fatores sempre que possível.
  • Evite acessar sites “HTTP”. Pois, o protocolo de transferência de hipertexto seguro (https) promete garantir a integridade e a confidencialidade dos dados por meio de criptografia. Contudo, hackers um pouco mais “espertos”, sabem como quebrar a camada de proteção e acessar dados e senhas.
  • Desative em todos seus dispositivos a funcionalidade “Wi-Fi automático”.
  • Da mesma forma, desative o “compartilhamento” nas preferências de seus aparelhos.
  • Mantenha seus aplicativos, softwares e sistemas operacionais SEMPRE ATUALIZADOS!
  • Mantenha soluções e tecnologias de segurança de internet, como serviços de gestão e controle do acesso à internet e antivírus.
  • Não faça logins nem acesse sites ou redes que exijam senhas.
  • Nunca faça compras on-line em um hotspot com Wi-Fi público e gratuito.
  • Evite fazer downloads de arquivos ou softwares.
  • Bem como o envio de arquivos sigilosos ou sensíveis.
  • Invista, instale e configure um bom firewall.

Perigos de hotspots Wi-Fi públicos e gratuitos

Hotspots, com toda a certeza, são a porta para todos os tipos de incidentes de segurança. E, as maiores prejudicadas são as pequenas e médias empresas.

Enfim, para concluir, quero relembrar que são inúmeros os riscos e perigos de acessar a internet em hotspots com Wi-Fi públicos e gratuitos.

Porém, para simplificar, podemos agrupar os riscos e perigos de hotspot com Wi-Fi público e gratuito em três grandes grupos.

Saiba que, cada uma das ocorrências, em cada agrupamento, pode se desdobrar em inúmeros incidentes de segurança.

Então, os três principais focos de incidentes de segurança em hotspots com Wi-Fi público e gratuito são:

Infecção de redes e dispositivos com malwares

Hotspots são “o parque de diversões” dos cibercriminosos. Um convite a infestar, contaminar e gerar danos e prejuízos a pessoas físicas e jurídicas.

Roubo de dados e identidade

Com o acesso ilegal aos dados pessoais, sensíveis e sigilosos, as ciberfraudes não têm fim nem limites. Principalmente, fraudes financeiras, quando roubam informações bancárias e de cartões de crédito, por exemplo.

Violação e vazamento de dados

Neste caso, os riscos vão além das fraudes financeiras, apenas. Imagine o que é possível para um cibercriminoso fazer a partir do acesso a fotos, vídeos, documentos, contatos e toda e qualquer informação pessoal ou empresarial disponível em seus dispositivos. Imagine a extensão dos danos e prejuízos possíveis!

O preço e o valor de soluções e tecnologias contra incidentes de segurança

A forma como cada empresa trata informações sensíveis, sigilosas ou pessoais sob sua responsabilidade e as protege contra incidentes de segurança, é um diferencial que as tornam preferíveis (ou não) para clientes e usuários.

Empresas digitalmente seguras são mais produtivas e lucrativas. Sem dúvida, crescem mais e se destacam frente à concorrência. De fato, um valor inestimável em um cenário cada vez mais competitivo.

Empresas vulneráveis e desprotegidas, onde não existem políticas e processos de compliance para evitar ou lidar com incidentes de segurança, sem dúvida, correm mais riscos e se tornam alvos preferenciais para cibercrimes.

Por isso, é curioso perceber que empresários, profissionais de TI e gestores ainda deixam em risco suas empresas. Afinal de contas, na maior parte das vezes, incidentes de segurança não ocorrem de forma intencional. Porém, quase sempre têm o fator humano como elemento-chave.

Assim, é fácil compreender o alto preço da desinformação e do despreparo e o grande valor da prevenção e proteção contra incidentes de segurança.

Os principais benefícios da prevenção contra incidentes de segurança

Informação e prevenção são palavras-chave contra incidentes de segurança. Então, para evitar prejuízos e resguardar a reputação, as empresas precisam fazer sua parte.

Um processo que não precisa ser difícil nem complexo. Uma vez que o mercado oferece soluções simples, úteis e acessíveis.

Sem dúvida, prevenir incidentes de segurança é mais eficiente quando a gestão e o controle do acesso à internet andam juntos com a segurança da informação e com processos de compliance contra incidentes de segurança.

Na prática, além da prevenção, as melhores soluções disponíveis no mercado têm tecnologias que contribuem para melhorar os indicadores de produtividade e de lucratividade. Basta pesquisar e comparar.

Lumiun Box é excelente em gestão e segurança da internet.

Certamente, é a solução que oferece diferenciais e facilidades efetivas contra incidentes de segurança.

Clique aqui e descubra como ele pode ajudar a proteger sua empresa.

 

Assine nossa newsletter semanal e receba mais notícias e materiais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados